Pastel de Angu, pra congelar e fritar sempre que quiser

Pastel de angu, aquele petisco que ficou famosão uns tempos atrás mas resistiu ao hype e continua valendo a pena experimentar!
pastel de angu

Contexto: cresci tendo angu quase todo dia na mesa do almoço; quando não tinha angu fresco a gente fritava o do dia anterior partido em pedaços. Fritava não, frita até hoje: angu frito (ou polenta frita como algumas partes do país chamam) ainda é uma constante aqui em casa. Preciso dizer mais alguma coisa pra vocês entenderem como a ideia de pastel de angu parece maravilhosa pra mim? É o angu frito de todo dia com recheio!!!

E eu já tinha tentado fazer uma vez com alguma receita que encontrei internet afora. Essa usava farinha no lugar do polvilho e, por isso mesmo, a massa ficava ultra seca, quebradiça mesmo. Terrível. Não usem farinha no lugar do polvilho. Fui atrás da receita mais original, lá de Itabirito. E pronto. Deu super certo!

Super certo se você não considerar um pequeno acidente com óleo espirrando no meu rosto. Calma, é fácil evitar isso; basta prestar atenção agora: não coloque o seu rosto em cima da panela quando estiver testando uma receita frita. Nunca! Principalmente se você estiver testando um pastel de angu com recheio de queijo! Mesmo. Fique longe da panela!

Pra quem tem experiência na cozinha parece meio óbvio, mas é a gente que corre mais risco justamente por subestimar a receita. Então sempre preste atenção.

Agora que já assustei todo mundo: façam a receita. Mantenham o recheio de carne, principalmente se você não tem costume de lidar com fritura e massa seladas (como coxinha). Vegetarianos: façam um recheio com soja texturizada. Em ambos os casos é só garantir que o recheio esteja bem sequinho. Mas façam, porque é uma delícia! E essa quantidade rende muitos pasteis, que podem ser congelados já facilitando a vida no futuro!
pastel de angu

Pastel de Angu – original aqui

1 litro de água
2 colheres sopa de óleo
1 colher chá de sal
4 xícaras de fubá
1 ovo
1 pitada de bicarbonato
1/4 xícara de polvilho azedo
recheio a gosto

Ferva a água junto do óleo e o sal. Adicione o fubá e o bicarbonato e misture rapidamente, com fogo baixo. Se achar mais fácil misture o fubá com o bicarbonato em outra panela, ligue o fogo baixo, adicione a água fervente e misture rapidamente. Misture em fogo baixo até cozinhar. Retire do fogo e adicione o polvilho e o ovo e sove e misture bem. Assim que conseguir colocar a mão na massa sove até que ela fique lisa e coesa. Cubra com um pano úmido e comece a modelar os pasteis.

Mantenha a massa coberta enquanto formata os pasteis, para que ela não fique quebradiça. Se o pano começar a secar umedeça novamente. Pasteis formatados é só fritar. Cuidado que espirra!

Esquente uma panela com óleo e frite dois pasteis por vez no máximo. Use uma escumadeira de cabo longo para retirar os pasteis da panela, assim que dourarem.

Salvar

Salvar

2 ideias sobre “Pastel de Angu, pra congelar e fritar sempre que quiser

  1. Sustos à parte, vamos fritar pastéis. Vamos tomar todos os cuidados necessários, mas essas delícias precisam sair do congelador. Dias frios pedem petiscos saborosos e quentinhos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *