Bala de brigadeiro, pra inovar na festinha

Bala de brigadeiro é um nome meio que bem descritivo né? É uma bala com recheio de brigadeiro. E sim, é tão gostoso quando soa.
bala de brigadeiro

Tudo começou com o aniversário de 3 anos do Cozinha chegando e eu tentando bolar quais receitas iriam ao ar nessa semana. Bolo definido a ideia era ou uma sobremesa bem especial ou um docinho pra continuar o clima de festa. E aí essa bala de brigadeiro apareceu nas pesquisas.

Pra quem ficou com vontade de bolo, quarta-feira ele entra já tá no ar!

Sério, bala de brigadeiro, preciso falar mais alguma coisa pra te convencer que é uma ótima ideia? Já que não, vamos pular direto para todos os pulos do gato dessa receita. Sim, ela tem alguns.

Açúcar em ponto de bala não é a coisa mais fácil do mundo de se trabalhar, então meu primeiro conselho é: tenha um termômetro. Dá pra achar o ponto sem ele? Dá, e nossas bisas fizeram isso por décadas. Mas tem certas ferramentas que facilitam horrores e valem o investimento (que nem precisa ser tão alto). Então, se você pode se dar esse presente, vai nessa. Senão, faça calda a mais e vá testando no copo com água até ter certeza. Vale desligar o fogo, acrescentar mais água, vai trabalhando a calda com calma.

Ainda nela, um ponto mais mole resulta numa bala mais puxa, e um ponto mais firme em uma bala mais cristalizada. Ambas são deliciosas, mas tem gente que não gosta de açúcar grudado no dente (eu amo), então é bom saber suas opções. E ainda falando em pontos, não apertar muito o do brigadeiro facilita na hora de comer mas não na hora de fazer. Brigadeiro puxa com bala puxa, já viu o desastre? Então não aperte muito o doce, mas gele ele bem pra não ficar molenga na hora de banhar na calda.
bala de brigadeiro

Uma última dica? Cuidado com a forminha, algumas podem grudar na calda de açúcar. Se não tiver certeza se a sua gruda ou não é só untar um pouquinho o fundo de cada uma com manteiga ou óleo. Ou não usar forminha né?

Bala de brigadeiro – original aqui

1 lata de leite condensado
25g de manteiga sem sal
3 colheres sopa de chocolate em pó*
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água

* Vale trocar por 2 colheres de cacau, mas não vale trocar por achocolatado porque é muito doce.

Faça um brigadeiro comum com o leite condensado, a manteiga e o chocolate. Aperte o ponto apenas o suficiente para enrolar os docinhos. Transfira o brigadeiro para um prato, cubra com filme plástico, e deixe esfriar.
Enrole os docinhos e tente não faze-los tão grandes quanto eu fiz. O tamanho ideal é o de uma bocada, que é pra não ter que morder a bala.

Quando for banhar cada docinho o ideal é que eles estejam gelados. Pra isso eu fui enrolando e deixando em uma bandeja untada que depois levei por uns minutos pro congelador. Docinhos enrolados e gelados, hora de fazer a calda.

Leve o açúcar e a água ao fogo alto, misture apenas ligeiramente e deixe cozinhar até atingir o ponto de bala dura. Pra quem não tem termômetro o ponto é quando você derrama uma gota de calda em um copo de água e a calda fica dura imediatamente. Tipo bala vitrificada. Pra quem tem termômetro é entre 121° e 128°.

Atenção: com a calda a 121° o resultado final é uma bala mais macia e bem puxa; a 128° vitrifica totalmente e a casquinha fica bem crocante, podendo até ficar meio opaca. Escolha o seu ponto.

Banhe os brigadeiros na calda e deixe secar em um papel manteiga untado. Pra banhar, eu achei mais fácil usar dois garfos, que troquei pelo menos umas 3 vezes, porque eles sujam bem rápido. Palitos de churrasco ou garfos próprios também podem funcionar, veja o que é melhor pra você. Balas secas é só transferir para forminhas e servir!

vale untar as forminhas caso você não tenha certeza se elas vão grudar ou não, algumas minhas grudaram!!

——————————-
Em 2016: Suco verde de manga

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *