Cookies de chocolate recheados com caramelo

Cookies de chocolate recheados com caramelos!!! Ou com doce de leite ninho… Ou o que você quiser!
cookies de chocolate recheados

A verdade é que dá pra fazer qualquer cookie recheado com qualquer coisa! A receita de hoje é uma sugestão apenas: uma massa fofinha de chocolate, mais meio amarga do que doce, recheada com balas de caramelo.

Vou confessar que essa receita foi só uma desculpa pra comprar mais um pacote de caramelos aqui pra casa…
cookies de chocolate recheados
E aí também tinha um pouco de doce de leite ninho dando sopa na geladeira… E por que não experimentar um recheio diferente não é mesmo? Enrolei mini docinhos, congelei e recheie metade dos cookies com eles. E deu tudo certo! O que me leva de volta pra minha teoria: use a massa e o recheio que você quiser!

Vale massa simples recheada com Nutella, cookie de limão recheado com beijinho, cookie de chocolate recheado com brigadeiro… Aliás, a versão original tinha gotas de chocolate na massa. Eu achei que seria exagerado (será?) e não coloquei, mas fique a vontade pra acrescentar algumas!

Cookies de chocolate recheados – original aqui

100g de manteiga sem sal pommade
1/4 xícara de açúcar mascavo
1 ovo
1 colher chá de essência de baunilha
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de chocolate em pó
1 colher chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher chá de sal
1 colher chá de amido de milho
caramelos*

*para mais detalhes sobre recheio confira o texto ali em cima

amasse a manteiga com o açúcar até ficar uma pasta homogênea. Acrescente o ovo e a baunilha e misture novamente.
Adicione os ingredientes secos aos poucos e vá amassando até formar uma massa coesa. Cubra com filme plástico e leve para gelar por 3h. Divida a massa em cerca de 18 partes e boleie os biscoitos recheando cada um com um caramelo (ou meio, ou o recheio escolhido). Deixe essas bolinhas, já na assadeira, gelando mais uns 20min e então leve para o forno. Que já está aquecendo a 200C. Deve demorar cerca de 15minutos pros biscoitos ficarem prontos. Eles ainda estarão molinhos, mas dá pra saber levantando um com uma espátula e verificando o fundo: essa parte já deve estar mais seca.
Deixe os biscoitos esfriarem antes de retirar da assadeira (pra não quebrarem como aconteceu comigo) e dps de completamente frios guarde em uma lata.

PS: os recheados com caramelo ficam bem mais gostoso ainda quentes, pro caramelo ficar molinho.

Salvar

Salvar

Salvar

Cantuccini de amêndoas, ou biscoito de vó italiana

Cantuccini de amêndoas, assim mesmo sem o s no final porque é em italiano, é nada mais que um biscoito de vó. Só que a vó é lá da Itália…
cantuccini de amêndoa

Pra ser mais exata, cantuccini são uma forma de biscotti, e biscotti é a expressão para massa que vai ao forno duas vezes. Basicamente você faz uma massa, assa até ela parecer um pão, tira do forno e fatia, e então volta ao forno até parecer um biscoito.

Repararam que biscoito deriva de biscotti? O mesmo vale pro espanhol e francês e inglês (biscuit)

Os cantuccini em específico são da região da toscana, mais especificamente ainda de uma cidade chamada Prato. E são bem típicos de lá, igual as rosquinhas de sal amoníaco são típicas daqui de Minas. Ou seja, uma receita comum nas casas, feita pela família mesmo, pra comer junto do café. Aliás, o jeito mais comum de comer cantuccini é molhando no café, ou em algum vinho licoroso. No entanto, aqui no Brasil eles ganharam ares chiques de coisa europeia difícil de ser feita e cara pra comprar.
cantuccini de amêndoa

Mas tudo isso mudou depois de mais um curso do eduk! E não, eles não me patrocinam… Mas é que eu já vi muitos cursos de lá, e sempre com um caderninho do lado anotando todas as receitas. Esse curso em específico era com o Tom Abrahão, e teve vários tipos de rosquinhas e biscoitos (ou bolachas dependendo de onde você mora).

Eu acabei não mudando nada na receita, já que morro de medo de mexer em massa de biscoito e o trem desandar. Apenas mudei as medidas pra xícaras e colheres, pra facilitar a vida, e fiz meia receita. As quantidades que fiz são as que estão na receita abaixo e, apesar de biscoito durar bem, acho que já dá uma quantidade razoável pra uma família pequena como a minha. Minha única sugestão de mudança? Corte as amêndoas ao meio. Elas realmente ficam lindas inteiras, mas fica muito mais fácil modelar a massa e partir depois com elas já picadas…
cantuccini de amêndoa

Cantuccini de Amêndoas

2 xícaras de farinha de trigo
60g de manteiga pommade
90g de amêndoas
1/2 xícara de açúcar refinado
2 ovos
raspas de meio limão
1/8 colher chá de fermento em pó
1 gema e açúcar cristal para cobrir

Esquente as amêndoas em uma frigideira no fogo médio. Não precisa torrar, é só aquecer pra liberar todos os aromas possíveis. Deixe elas de lado, esfriando, enquanto prepara a massa.

Junte os ingredientes secos e misture. Acrescente os demais ingredientes e amasse tudo junto até formar uma massa. Junte as amêndoas e misture o melhor que puder.  Forme rolinhos de massa, com cerca de 3cm de espessura. Na minha assadeira deu pra fazer dois rolinhos, não importa a quantidade, distribua de acordo com a sua assadeira.

Pincele uma gema batida e cubra com açúcar cristal. Leve ao forno aquecido a 180° até que asse, vai ficar parecendo um pãozinho. No meu caso foram 20min, mas esse tempo varia. Deixe esfriar 2 minutos pra não queimar a mão e então fatie com a faca na diagonal ou reta. Vire cada pedacinho com a parte partida pra cima e então volte ao forno até que sequem. Pra ter certeza é só olhar o fundo, que vai estar dourado. E espere esfriar antes de guardar na lata.

Salvar

Salvar

Salvar

Biscoitos Arco-íris pro Dia de São Patrício

Biscoitos arco-íris! Mega coloridos e bem docinhos, esses biscoitos são pra homenagear São Patrício, mas bem podem figurar em qualquer festa né?
biscoitos arco-íris

Mas dia de São Patrício? Arco-íris? Biscoitos arco-íris? Como assim gente?

Então, o dia de São Patrício é uma data muito comemorada na Irlanda (ou República da Irlanda) que tem maioria católica, justamente por conta do dito santo. Dizem que foi Patrício que levou a religião católica para aquela ilha e por isso todo dia 17 de março os irlandeses comemoram o seu dia.
biscoitos arco-íris

E o que isso tem a ver com a gente, certo? Meio que a gente mora num mundo globalizado, com acesso a vários traços culturais de diferentes regiões… E a gente adora uma festa né? E os irlandeses adoram cerveja. Então aqui no Brasil essa festa acabou ganhando ares bem mais festivos e menos religiosos, com direito a muito chope verde. A festa se popularizou mais por aqui no últimos anos, mas mesmo quem não quer passar o dia a base de cerveja pode entrar na farra de outras formas.

E é aí que entram os biscoitos arco-íris! Alguns símbolos da Irlanda são os Leprechauns, uma espécie de duende pequeno ser mágico que pode te ajudar ou ferrar com sua vida. Eles que guardam o pote de ouro no fim do arco-íris. Por isso tanto o arco-íris, quanto a moeda de ouro, o trevo de quatro folhas e a cor verde em geral se tornaram símbolos dessa data.

Um último detalhe: essa massa é a mesma dos sugar cookies, só com um pouquinho a mais de farinha pra ficar mais fácil modelar. Mas dá pra usar qualquer massa que seja tranquila para modelar e manter a forma no forno.

biscoitos coloridos com retalhos de massa

Os retalhos de massa que não foram aproveitados no arco-íris podem virar esses biscoitinhos psicodélicos

Biscoitos Arco-íris

1 3/4 xícara de farinha de trigo
1/2 colher chá de fermento em pó
1/4 colher chá de sal
100g de manteiga pommade
3/4 xícara de açúcar refinado
1 ovo
1 colher chá de extrato de baunilha
corantes em gel ou pó, nas cores desejadas

Bata a manteiga com o açúcar até formar um creme fofo. Junte a baunilha e o ovo e bata até ficar homogêneo. Junte a farinha, o fermento e o sal e amasse bem. Quando a massa estiver coesa divida em 6 partes não iguais. Você pode fazer isso apenas olhando o tamanho das partes de massa ou pesando cada uma.

Eu pesei a massa total, dividi por 21 e consegui 22 gramas. E fui multiplicando cada porção por um número a mais. Assim a menor porção tinha 22 gramas, a segunda tinha 2×22, ou seja 44 gramas, a próxima 3×22, ou seja 66 gramas e assim por diante até chegar a 6×22, ou seja 132 gramas. Parece complexo né? Mas assim fica mais garantido que os arcos tenham todos a mesma espessura.

Tinja cada parte de massa seguindo a ordem do arco-íris, da menor para a maior: roxo, azul, verde, amarelo, laranja, vermelho. Ou das cores e ordem que você preferir.

Com a menor porção forme um cordão de massa de cerca de 25cm. Forme outro cordão de massa do mesmo tamanho e abra a massa com um rolo. Cubra o primeiro cordão com a segunda massa formando um cordão mais largo. Repita essa operação, respeitando a ordem das cores, até terminar co um cordão bem mais largo e vermelho.
Durante esse trabalho enfarinhe a bancada e suas mãos sempre que necessário, e se a massa ficar muito mole volte com ela pra geladeira por alguns minutos.

Se preciso corte pedaços da massa para que o cordão fique uniforme. Esses retalhos podem se unidos depois e formar biscoitos mega coloridos.

Leve a massa para congelar por 30min. Fatie o rolo de massa e depois corte cada disco ao meio conseguindo assim os arco-íris. Leve ao forno a 180°, em forma com papel manteiga, até que a parte de baixo comece a dourar. Deixe que esfriem antes de retirar da forma e então guardar em uma lata.

Se não ficou muito claro no texto é só conferir no vídeo 😉

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Cookies de limão craquelados

Cookies de limão, pra provar que cookie não precisa ser só com chocolate. E porque acho que limão combina muito bem com o calor que tá fazendo. E também porque eu meio que não resisto a essa cobertura de açúcar toda craquelada!
cookies de limão craquelado

A receita original chama esses biscoitos de Coconut Key Lime Crinkle Cookies. Que dá pra traduzir, mal e porcamente, como biscoitos craquelados de coco e torta de limão. (Key Lime é uma torta de limão típica de alguns locais quentes dos Estados Unidos.)
Mas a gente mal sente o sabor do coco no resultado final, ele contribui mais pra textura do biscoito mesmo. Então aqui em casa eles viraram crinkle cookies de limão, ou se você preferir o nome todo em português: biscoito craquelado de limão.

Falando na cobertura craquelada, o truque é simples e vale pra outros tipos de cookies. Já teve, inclusive, um de chocolate por aqui usando o mesmo truque: cobertura dupla de açúcar. Parece que não vai dar certo, mas confia que a mágica acontece no forno. E não preocupa com o tempo de forno, que parece muito rápido, esse tipo de biscoito assa rápido mesmo.
cookies de limão craquelado

Crinkle Cookies de Limão – original aqui

80g de manteiga sem sal – pommade
raspas de 1 limão
1/2 xícara de açúcar refinado
1 ovo
25ml de limão
5 colheres sopa de coco ralado fino
2 colheres chá de fermento em pó
1 3/4 xícara + 1 colher sopa de farinha de trigo
açúcar de confeiteiro
açúcar cristal

Amasse as raspas de limão com o açúcar refinado até incorpora-las. Junte a manteiga e bata até conseguir um creme claro.
Adicione o ovo, o coco e o suco de limão e misture bem. Por último junte o fermento e a farinha e amasse até conseguir uma massa coesa. Não precisa sovar. Enrole a massa em filme plástico e deixe na geladeira por 1h.
Corte a massa resfriada em porções iguais e faça bolinhas com cada uma. Passe cada bolinha primeiro no açúcar cristal e em seguida no açúcar de confeiteiro, e então transfira para uma assadeira forrada com papel manteiga.
Asse, em forno aquecido a 180°, por 10min. Eles ainda estarão muito macios, então deixe amornar antes de tirar da assadeira. O ideal é guardar numa lata depois que já estiverem completamente frios.

—————————–

Em 2015: Devils cake simples

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Estrelas folhadas – especial de natal

Estrelas folhadas, ou cata-ventos folhados, com apenas dois ingredientes pra ultima receita do ano.
estrelas folhadas com geleia

Sabe quando a gente não programa e aí tem que arranjar petisco de última hora? Essas estrelas folhadas são ótimas pra essas ocasiões. Elas são conhecidas como pinwheels, ou cata-ventos, mas pra mim parecem mais estrelas. Você também pode encontra-las com o nome de danish pastry, ou massa dinamarquesa, porque ô povo bom pra dobrar massa das formas mais lindas viu? (Dá um google nesse nome pra ver cada doce lindo!)

Elas são rápidas de fazer e só precisam de massa folhada e geleia, além de deixarem a mesa linda! Dá pra incrementar com uma gema e açúcar? Dá e fica ótimo. Mas também dá pra fazer simples que funciona. E pra esse fim de ano eu escolhi geleia de damasco, sabor que combina com a época e dourado que enfeita a mesa. Mas dá pra fazer com a sua geleia favorita, inclusive uma salgada se for o caso!
estrelas folhadas com geleia

Massa folhada comprada (no mercado ou na padaria) e geleia escolhida é só assistir o vídeo, que é mais fácil do que ficar escrevendo como corta e monta. E pronto! Lembrando que massa folhada cortada pequena gosta de forno a 200° pra folhar sem queimar a parte de baixo.

Salvar

biscoito estrela de vidro – especial de natal

Biscoito estrela com o centro em “vidro” colorido!
biscoito estrela de vidro

Quando vi esses biscoito estrela achei que era impossível, que a pessoa tava inventando e que nunca que ia dar certo. Como acontece na maioria desses casos, eu estava errada. Não só é possível fazer esse centro semitransparente nos biscoitos, mas ainda por cima é bem fácil.

A parte mais difícil por aqui foi achar as balas. Jolly Rancher não é vendida por aqui, então a nãos ser que você more no exterior ou em cidade grande (como São Paulo) pode ser complicado usar a bala original. Eu usei essas Sweet Kiss, últimas encontradas no baleiro de um mercado. Mas a notícia boa é que qualquer bala tipo vidro (colorida transparente e dura) serve pra essa receita. E, bem mais fáceis de achar, aqueles pirulitos de coração vermelho funcionam também!

(Não encontrou nem bala nem pirulito? Relaxa que no final da receita tem jeito alternativo de fazer um biscoito bonito com centro colorido também)
biscoito estrela de vidro

Balas encontradas, é só escolher seu biscoito favorito! Dê preferência para massas que não deformam no forno. Aqui usei o sugar cookie, ou biscoito de açúcar, que já apareceu por aqui e é um dos meus mais confiáveis pra não deformar. Apenas dei um toque natalino com os temperos. Pra quem quiser ainda mais gosto de natal, tem os Biscoitos de Especiarias, que também viraram estrelas por aqui em 2014!

PS: a receita original diz que é sem glúten, mas usa uma farinha especial sem glúten; e não especifica de que é feita essa farinha. Mas quem tiver uma receita similar, que não deforme e não tenha glúten…. Por favor, compartilhe nos comentários pra gente deixar essa receita mais acessível! 😉

Biscoito estrela de vidro – original aqui

1 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 colher chá de fermento químico
1/4 colher chá de sal
100g de manteiga em temperatura ambiente
3/4 xícara de açúcar refinado
1 ovo
1 pitada de canela em pó
1 pitada de cravo em pó
1 pitada de noz moscada
Balas tipo vidro*

*Eu usei uma chamada Sweet Kiss e as mais famosas são as Jolly Ranchers. Também funciona com aqueles pirulitos vermelhos em formato de coração.

Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme claro. Junte o ovo e bata até ficar homogêneo. Junte então a farinha, o fermento, o sal e os temperos e misture até incorporar totalmente. Embale a massa em plástico filme e leve para a geladeira por pelo menos 1h.
Abra a massa, já fria, em uma bancada levemente enfarinhada ou entre duas folhas de papel manteiga. Esse biscoito não cresce então abra a massa na espessura final que desejar, a minha foi cerca de 3mm. Corte os biscoitos e o centro deles e transfira para uma assadeiras com papel manteiga. Junte os retalhos de massa, amasse-os juntos e abra novamente. Se a massa começar a ficar mole, enrola no plástico de novo e volte pra geladeira por alguns minutos.
biscoito estrela de vidro

Corte as balas na metade e coloque os pedaço no centro recortado e cada biscoito. Leve ao forno, aquecido a 200°, até que o biscoitos estejam assados. Retire o forno e espere esfriar antes de retirar da forma. A bala terá derretido e estará muito quente, então cuidado ao manusear os biscoitos recém saídos do forno. Guarde os biscoito já frios em uma lata bem fechada por até 1 semana.

Pra quem não encontrou em bala nem pirulito: corte o centro de apenas metade das estrelas, e coloque uma estrela cortada sobre uma não cortada. Quando assar o biscoito vai formar uma tigelinha. Daí é só colocar um pouco de geleia no meio e pronto.
biscoito estrela de vidro

——————————
Em 2014: Pão de Queijo 2

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Biscoitos sangrentos – Halloween

Biscoitos sangrentos, ou como transformar um petisco gostoso e simples em algo pra aterrorizar nesse Halloween.
Biscoitos com sangue falso para o halloween

Esse truque foi usado em biscoitos 123 mas a verdade é que dá pra usar em qualquer receita, como um bolo por exemplo. Escolhi esses biscoitos porque eles são simples de fazer, fáceis de saborizar, e não conheço quem não goste. Do mesmo jeito a casquinha de açúcar foi a mais tradicional, com água, porque é a mais fácil de todo mundo gostar. Mas vale usar o suco que você quiser, sempre pensando que quanto mais branca a casquinha, maior o contraste com o falso sangue!

Biscoitos com sangue falso para o halloween

Corante bem diluído e bem espalhado pelos biscoitos

E quanto ao falso sangue, tem duas formas de fazer. A receita original, lá do especial de Halloween do Annie’s Eats, manda afinar o corante até uma consistência que espirre. E foi o que fiz e deu certo. Mas acaba que espirra bastante e os biscoitos ficam bem manchados. E no dia seguinte a água usada pra diluir o corante acaba corroendo a cobertura de açúcar e a aparência fica beem assustadora, lembrando uma ferida… Se a intenção são biscoitos bem macabros, tá aí: dilua o corante!

Se a intenção são biscoitos mais finos que apensa lembrem que é Halloween, não dilua o corante. Ele vai espalhar menos, então pode dar mais trabalho para cobrir os biscoitos. Mas ele sozinho não vai corroer o açúcar, e o resultado no dia seguinte será menos intenso.

Biscoitos sangrentos – original aqui

1/2 xícara de açúcar refinado
200g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
2 1/2 xícaras de farinha de trigo
Açúcar de confeiteiro
Água ou suco de limão
Corante em gel vermelho*

*Se não tiver corante em gel ainda dá pra fazer, é só usar a técnica de diluir em água e prestar atenção pra textura final da mistura.

Misture o açúcar refinado com a farinha e a manteiga até conseguir uma massa coesa. Embrulhe em filme plástico e leve para a geladeira por cerca de 30min. Modele os biscoitos conforme a sua vontade e leve ao forno, aquecido a 200°, até que apenas comecem a dourar.
Deixe os biscoitos esfriarem e então prepare a cobertura e açúcar. Misture o açúcar de confeiteiro com a água/suco de limão bem aos poucos até conseguir uma textura que dê pra passar nos biscoitos, mas que não seja muito líquida pra não ficar escorrendo. Cubra os biscoitos já frios e deixe descansando até secar bem.

Daí tem duas opções:
Para uma sangueira mais intensa e biscoitos com “cara de ferida” dissolva um pouco o corante em gel em um pouquinho de água. Mergulhe um pincel* ou garfo nessa misture e com o dedo espirre o falso sangue sobre os biscoitos.
Para biscoitos mais contidos use o corante em gel sem diluir, vai demorar mais a cobrir os biscoitos e a cor vai ficar mais intensa. Então é ver qual resultado e quais ferramentas são melhores pra você.
Deixe secar bem antes de guardar em uma lata.

Biscoitos com sangue falso para o halloween

Sangue falso com corante não diluído

*Se puder dê preferência para pincéis de silicone porque não tem perigo de manchar.

——————————
Em 2015: Múmia de carne moída

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Biscoito xadrez

Biscoitinhos de baunilha e chocolate quadriculados pra deixar a mesa do café ainda mais bonita!
biscoito xadrez ptO grande tchan desse biscoito é a montagem que forma esse resultado todo quadriculado, mas isso não significa que o sabor seja sem graça! É uma receita básica de biscoito (farinha, manteiga e açúcar) saborizada metade com baunilha e metade com chocolate. E dá pra escolher se você quer um biscoito bem crocante ou mais macio, mudando apenas o tempo de forno. Os 20 minutos que falei na receita são o suficiente para que eles fiquem firmes mas não muito duros.
Além da consistência final a única mudança foi que troquei o cacau da original por chocolate em pó daqui de casa. Mas com essa massa dá pra brincar usando extratos e essências pra fazer diferentes combinações!
biscoito xadrez pt2Biscoito Xadrez – original aqui

1 3/4 xícara de farinha de trigo
125g de manteiga pommade
150g de açúcar refinado
1 ovo grande
2 colheres sopa de chocolate em pó 50%*
1 colher chá de extrato de baunilha

*vale usar 1 colher de cacau se preferir

Misture a farinha, o açúcar e a manteiga até formar uma farofa úmida. Junte o ovo e amasse até a massa ficar homogênea. Lembrando que nunca é bom sovar massa de biscoito, só amasse o suficiente. Divida a massa em duas partes. Na primeira adicione a baunilha e misture bem. Na segunda adicione o chocolate e amasse até ficar homogêneo também.

Embale as duas massas em filme plástico e leve para a geladeira por 1 hora.
Abra cada massa com o rolo até formar um retângulo de cerca de 1cm de espessura cada uma. Coloque um retângulo sobre o outro e passe o rolo levemente apenas pra grudar um no outro. Corte esse novo retângulo de massa ao meio, no sentido do comprimento, e coloque um sobre o outro novamente. Nesse momento tome cuidado para que as massas fiquem intercaladas: baunilha-chocolate-baunilha-chocolate.
Aperte tudo, sempre com cuidado pra não deformar o tijolo formado, para que tudo grude muito bem. Se a massa estiver ficando mole embale e volte pra geladeira por uns 15 minutos.

Fatie o tijolo de massa no sentido do comprimento novamente, de forma que consiga fatias listradas de massa. Deite a primeira fatia e vá empilhando tudo novamente, intercalando a ordem das fatias pra formar o bloco xadrez. Daí é só fatiar esse tijolão pra conseguir os biscoitos. Os mais próximos das beiradas costumam ficar menos perfeitos, não preocupa que isso é normal. Asse em forno aquecido a 180° por cerca de 20minutos. Eles ainda estarão macios, mas endurecem depois que esfriam.

biscoito xadrez pt3———————————-
Em 2014: biscoito 123 (com uma massa muitíssimo parecida com a de hoje)

Salvar

Salvar

Salvar

Rosquinhas de nata

Rosquinhas de nata, beeem caseiras, são a receita de hoje!
rosquinhas de nata cozinharoman ptEssas rosquinhas tão me rondando a tempos, vindas do caderno da minha mãe. E antes disso vindas da vizinha da frente que eu conheço meio que desde que nasci… Aquelas receitas com cara de casa sabe?

Eu não mexi em praticamente nada na receita (só troquei margarina por manteiga) e só troquei as medidas caseiras pelas medidas padrão tão comuns por aqui. Então não é porque a receita é de família que colherada vai ser cheia hein. Xícaras de 240ml e colheres padrão (a de sopa tem 15ml) vão fazer a receita dar certo!
E aí o resultado são essas rosquinhas branquinhas e macias, perfeitas pra acompanhar aquela xícara de café quentinho no meio da tarde.

Agora a parte chata: a receita é com nata (dãã). E não é todo mundo em todo lugar que consegue achar tão fácil pra comprar. Por aqui eu nunca vi, então fui do jeito gambiarra caseira mesmo: congelei nata aos poucos. Ao longo do último mês toda vez que alguém fervia leite eu ia lá com uma peneira e recolhia a nata da vasilha. E fui juntando tudo num potinho que fica no congelador. Assim a nata dura meses. Quando tinha conseguido uma boa quantidade descongelei e fiz a receita. 😉
rosquinhas de nata cozinharoman pt2Rosquinhas de nata

3/4 xícara de nata
2 ovos
10 colheres sopa de açúcar refinado
1 colher sopa de fermento químico
25g de manteiga pommade
3-4 xícaras de farinha de trigo

Em uma vasilha misture todos os ingredientes deixando a farinha por último. Vá acrescentando a farinha aos poucos até formar uma massa coesa. Amasse até que ela fique homogênea. Daí é só modelar do jeito que quiser.
Pra fazer as rosquinhas trançadas pegue pequenas porções de massa e enrole cordões longos, dobre cada cordão ao meio enrolando as duas pontas, daí é só fechar num círculo.
Leve ao forno já aquecido (200°) em assadeiras untadas e enfarinhadas até o fundo ficar dourado. Atenção porque elas não douram por cima.

——————
Em 2015: Crinckle Cookies

Salvar

Salvar

Salvar

Sequilhos

Sabe aquele sequilho docinho, bem quebradiço que desmancha na boca? Facinho de fazer!
sequilhos cozinharoman ptEssa receita tá no caderno da família já tem alguns anos e eu faço nem ideia da origem, embora imagine que seja alguma embalagem de um dos produtos usados ou coisa parecida.

Mas sequilho é quitanda tradicional então a gente já sabe né? Milhares de versões! Essa é bem básica (o que eu gosto), com poucos ingredientes e método de preparo fácil e adaptável. Um exemplo é a quantidade de amido de milho: pra quem quer sequilhos mais sequinhos e quebradiços é só deixar a massa bem sequinha com um pouco mais de amido; e pra quem quer biscoitos um pouco mais macios e úmidos é só colocar apenas a quantidade de amido que tá na receita, ou até menos.

Outra mudança que pode acontecer? Fécula de mandioca no lugar do amido de milho. Fica a mesma coisa? Não, o gosto é outro. Mas funciona e fica um sequilho de mandioca bem gostoso. E é uma boa saída caso você, assim como eu, tenha um pacote de fécula de mandioca sobrando na despensa. 😛
sequilhos cozinharoman pt2Sequilhos

150ml de leite condensado
80g manteiga em temperatura ambiente
1 gema
cerca de 2 1/2 xícara de amido de milho

Misture bem o leite condensado com a manteiga e a gema, até ficar homogêneo. Se você tem problema com gosto de ovo vale peneirar a gema.
Vá acrescentando o amido de milho e amassando até formar uma massa coesa e mais sequinha. Quanto mais farinha mais sequinho e quebradiço fica o resultado final, então você pode dosar de acordo com o resultado desejado e com o tamanho da gema.

Modele bolinhas e coloque um uma forma com papel manteiga (ou silicone), amasse cada uma com um garfo achatando ligeiramente e deixando a marcação típica. Leve ao forno já aquecido a 200º até que sequem. Eles não douram, se o fundo começou a escurecer é porque já tá na hora de tirar do forno.

Salvar