Pull apart bread de calabresa, ou pão de puxar

Pull apart bread de calabresa significa na verdade vários pãezinhos assados numa frigideira junto de uma cobertura de calabresa e queijo. Ótimo né?
Pull apart bread de calabresa

Eu realmente não consegui traduzir pull apart bread, mas ao pé da letra seria algo como pão de puxar. Isso porque esse tipo de receita é composta de vários pedacinhos de massa, envoltos em uma cobertura que, ao mesmo tempo que gruda uns nos outros, impede que eles se juntem em um único pãozão. O resultado é um pão que você não precisa partir; é só puxar uma bolinha de massa e ela sai na sua mão, cheia de cobertura de calabresa e queijo!

Também não sou muito fã de receitas salgadas, mas é meio difícil não gostar dessa, certo? E dá pra adaptar de várias formas! Essa é pull apart bread de calabresa porque foi por ela que troquei o pepperoni da original. Que aliás, era feita com queijo pecorino no lugar do queijo prato. Mas dá pra usar muçarela se você prefere algo mais puxento. E cortar a calabresa no caso dos vegetarianos!

Pra isso apenas tempere a manteiga com o alho e o cheiro verde. E aumente a quantidade de queijo!

A massa também pode ser modificada. A que está na receita abaixo é apenas a tradução da original; e segundo a autora vira uma boa massa de pizza. Mas vale qualquer massa de pão macio. Eu só não usaria massas parecidas com brioches, muito ricas em ovos e manteiga, já que elas tendem a ficar mais pesadas do que essa.

E quem não tem frigideira de ferro? Vale usar uma panela baixa que possa ir no forno. Aqui em casa já testei as panelas de alumínio batido em forno de até 300C e deu tudo certo. Vale até um tabuleiro ou uma forma, é só usar do mesmo tamanho da frigideira (cerca de 25cm) pro pão não ficar muito espalhado. E evitar vasilhas muito altas pra não queimar as mãos na hora de se servir…

PS: Não gosta do nome pull apart bread de calabresa? Eu também não fiquei muito satisfeita… Então fica o pedido: quem tiver uma ideia melhor de tradução, deixa nos comentários!

Pull apart bread de calabresa – original aqui

25g de manteiga
2 colheres sopa de azeite
100g de calabresa
pimenta a gosto
6 dentes de alho amassados
5 colheres sopa de cheiro verde
3/4 xícara de parmesão ralado

4 1/2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres sopa de açúcar
1 colher sopa de sal
2 colheres chá de fermento biológico seco
3 colheres sopa de azeite
400ml de água morna

1/4 xícara de queijo prato

Comece com a massa: junte a água, o açúcar e o fermento, misture e deixe descansar por 5 minutos. Em uma vasilha junte a farinha e o sal, o azeite e a mistura de fermento. Misture e então sove a massa até ela se esticar como um véu. Tampe com plástico e deixe descansar por cerca de 6h.

Em uma frigideira que possa ir ao forno, esquente a manteiga e o azeite até ficar homogêneo. Acrescente a calabresa e deixe fritar até começar a dourar. Junte a pimenta e o alho e frite até ficar bem aromático. Adicione o cheiro verde misture bem e desligue o fogo. Junte 1/2 xícara de parmesão e misture bem. Reserve para esfriar um pouco. Não limpe, nem raspe muito a frigideira, assim ela já fica untada (e temperada) pra assar o pão depois.

Enquanto isso, divida a massa em duas. Abra cada metade em um retângulo de 20x10cm, e corte 12 tiras de cada um. Dê um nó em cada tira (no vídeo dá pra ver melhor) e passe para a mesma vasilha da mistura de calabresa. A cada 3-4 nós vá misturando um pouco para que eles não grudem muito um no outro. Transfira tudo de volta para a mesma frigideira usada antes. Regue com um pouco mais de azeite e cubra com filme plástico; deixa descansar até dobrar de tamanho. Por aqui foi cerca de 2h.

Cubra tudo com o queijo prato e leve ao forno até que o pão asse e o queijo gratine. Assim que tirar do forno pincele tudo com azeite e cubra com o 1/4 de xícara de parmesão que sobrou. Sirva ainda quentinho!

——————–
Em 2014: Belisquete fácil (pra vc usar o pão francês que vai sobrar em casa…)

Carolinas de Queijo e calabresa

Carolinas de queijo e calabresa pra, honestamente, comer tudo e uma vez só porque esse trem é bom demais!
Carolinas de Queijo e Calabresa

Primeiro uma confissão: carolinas na verdade são doces… A carolina típica é uma mini éclair, recheada e glaceada. Ou seja, é feita da mesma massa das famosas bombas de chocolate, a tal pate a choux,  mas no lugar do formato alongado é feita em formato redondo e menorzinha. Elas também são a base dos profiteroles, aquela sobremesa famosona.

Favor não confundir com a carolina, doce típico da Paraíba, feito com açúcar e coco queimado. Esse só conheço de nome, mas pretendo fazer um dia…

A receita de hoje é uma massa muito parecida com a pate a choux, com algumas ligeiras mudanças nas proporções. Mas com a massa pronta, antes de montar pra assar, é adicionado um “recheio salgado”; no caso queijo, calabresa e uns temperinhos. A original leva apenas queijo e cebola, mas eu me empolguei…

Por aqui (MG) também tem as tais broas carolinas, é uma carolina meio salgada meio doce também, mas feita com fubá e erva doce.

Dicas pra facilitar a vida na hora de fazer suas carolinas de queijo: eu queria o queijo aparecendo na massa, e não totalmente diluído. Então usei cubinhos de queijo e aproveitei e cortei a calabresa do mesmo jeito. Só que isso dificulta horrores na hora de fazer a carolina com saco de confeitar. Então prefira usar colheres pra modelar a massa. Se preferir carolinas mais homogêneas, dá pra ralar o queijo e desfiar a calabresa e vai dar tudo certo. E sim, essa massa é mais chatinha de dourar, a minha nem chegou perto. Então se quiser garantir uma cor mais bonita aumente bem a temperatura do forno nos últimos 5 minutos, ou use o grill.
Carolinas de queijo e calabresa

Carolinas de Queijo e Calabresa – original aqui

1/2 xícara de água
25g de manteiga
1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 colher chá de sal
2 ovos
1/2 xícara de queijo prato – ralado ou em cubos
1/2 xícara de calabresa em cubos
2 colheres sopa de cebola picadinha
1 colher chá de orégano

Junte a água e a manteiga em uma panela, e aqueça em fogo alto até que comece a ferver. Baixe um pouco o fogo e junte o sal e a farinha, de uma vez, e misture rapidamente até incorporar totalmente. Ainda em fogo médio amasse a bola de massa que se formar por cerca de 1 minuto, para cozinhar a farinha.

Tire do fogo e acrescente os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Com a massa já homogênea junte os demais ingredientes e misture bem. Se tiver um saco de confeiteiro com bico bem largo, transfira a massa para o saco e faça pequenas bolinhas de massa em uma forma untada.

Se não tiver, ou preferir não usar, deixe a massa, coberta, na geladeira por 20min só para firmar um pouquinho. Com duas colheres untadas forme as bolinhas, ou quenelles, e transfira para a forma untada. Asse em forno aquecido a 200C por cerca de 30min, elas podem ou não dourar. Caso seu forno não doure e você tenha um grill disponível, vale usar por 5 minutinhos.

——————————
Em 2015: Bolo de cenoura com pudim de chocolate

Salvar

Salvar