Sangria – Halloween 2014

E como toda sexta, hoje tem drink! E se tem um drink que me lembra imediatamente de Halloween é a Sangria com aquele monte de coisa clara boiando em líquido roxo. Falando assim nem dá vontade de beber né? Liga pra mim não, a bebida é uma delícia.
sangria

Com origem em Portugal e Espanha, a Sangria é basicamente vinho, sumo de fruta, e frutas picadas. Dependendo de pra quem você perguntar entra água, açúcar, canela, cravo, temperos em geral… aquela coisa de receita típica né, para cada vó no mundo uma receita diferente. Eu fiz uma receita básica em cima da qual você pode inventar a vontade.

Inclusive inventar de tirar o vinho! Na minha infância tinha sangria feita com Fanta uva, mas não aconselho… Sabe esses sucos de uva, integrais, uva pura mesmo? Eles são ótimos pra substituir o vinho em uma Sangria não alcoólica!

E se quiser dar um toque mais teatral pra sua festa de Halloween, é só acrescentar uns pedaços de gelo seco pra ficar aquela fumaça bizarra saindo da taça…

Sangria

150ml suco de laranja
150ml de água gelada
300ml de vinho tinto – ou suco de uva
2 colheres sopa de açúcar – prove antes
1 maçã pequena
1 pera pequena
2 fatias grossas de abacaxi
30 uvas sem semente congeladas
casca de limão siciliano – opcional

Eu gosto de congelar as uvas antes para não ter que usar gelo. É só coloca-las em um prato, sem encostar uma na outra e levar ao congelador por algumas horas. Se não quiser é só acrescentar algumas pedras de gelo na hora de servir, ou deixar na geladeira antes.

Pique as uvas ao meio e as demais frutas em cubinhos. Coloque em uma jarra e acrescente os líquidos. Misture bem e prove antes de acrescentar o açúcar.
Sirva com uma fatia de casca de limão siciliano em cada taça, para aromatizar.

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Cupcake de teia – Halloween 2014

Cupcake de teia é uma receita meio que super básica: bolo de chocolate coberto com chocolate. A graça fica na decoração feita com as coberturas para parecer uma teia, outra ideia que volta e meia vemos nos Pinterests da vida. A diferença dessa é que eu vejo em época de Halloween e em temas de festa infantil, basta um bonequinho do homem aranha em cima do bolo e pronto.
cupcake de teia

Na primeira tentativa eu fiz uma cobertura beem molenga, e aí o resultado é uma cara meio derretida meio monstrenga. Se preferir esse tipo de acabamento é só aumentar um pouquinho a quantidade de leite na receita abaixo. Para um cupcake de teia mais certinha é só seguir a receita exatamente como está!

Cupcake de teia

bolo
xícara de 120ml

1 xícara de farinha de trigo cheia1/2 xícara de açúcar refinado
3/4 xícara de chocolate em pó – aquele do padre
1 ovo grande
1 colher chá de fermento em pó
2 colheres sopa de óleo
3/4 xícara de água
opcionais:
2 cravos
1cm de gengibre
1cm de canela

Leve a água para ferver com os cravos, a canela e o gengibre.
Em uma tigela misture todos os ingredientes secos. Acrescente o óleo e o ovo e misture até formar uma farofa. Coe os temperos da água fervente, e junte-a à massa. Misture até ficar homogêneo.
Transfira para forminhas de cupcakes, rendem 8 bolinhos, e leve ao forno a 180° por cerca de 30minutos.

Coberturas de chocolate
50g de chocolate meio amargo
100g de chocolate branco
3 colheres sopa de leite integral

Esquente o leite e coloque 2 colheres em uma tigela junto do chocolate branco picado. Misture até que o chocolate derreta e fique homogêneo.
Repita o processo com 1 colher de leite e o chocolate meio amargo.
Deixe esfriar para ficar mais cremoso.
Cubra os bolinhos com o chocolate branco e desenhe a teia com o chocolate meio amargo. Para isso faça um cone com papel manteiga (passo-a-passo nesse vídeo) e preencha com o chocolate. Ou use um saco de confeiteiro com um bico simples e pequeno. Desenhe um x e uma + no topo do seu cupcake; e então faça voltinhas ligando cada reta. Se você for a falta de jeito em pessoa, como eu, mantenha o pulso erguido para não estragar o lado já pronto… Leve a geladeira até que a cobertura firme.

*Se você tiver muita dificuldade de lidar com a cobertura também dá pra fazer uma versão simplificada. Deixe o chocolate mais molinho, e faça apenas 3 círculos concêntricos no topo do cupcake; então com um palito trace retas ligando esses círculos.

 

Salvar

Salvar

Salvar

Múmias de Salsicha – Halloween 2014

Múmias de salsicha, mais uma opção de lanche que aparece meia vida de vezes na internê por essas épocas. A diferença pra gelatina de ontem é que dessa vez não teve vozinha na minha cabeça repetindo que ia dar errado…rs
Múmias de Salsicha

A coisa é tranquila, uma massa cortada em tirinhas enrolada em volta de salsichas de cachorro quente e levada ao forno. A massa que escolhi é de pastel assado, inclusive usei um pouquinho que sobrou pra enrolar em mussarela e ficou muito bom! Mas ela fica bem crocante, se preferir uma massa mais fofinha e uma múmia mais gordinha é melhor usar a massa da esfiha de tabuleiro.
múmias de salsicha

Múmias de Salsicha
o copo é de requeijão*

3 colheres sopa de manteiga sem sal
2 ovos
cerca de 1/2 copo de leite
1 colher chá de sal
1/2 colher sopa de fermento em pó
3 copos de farinha
2 pacotes de salsicha (+- 20unid)

*pra quem prefere medidas tipo padrão (xícara de 240ml) dá uma olhada no vídeo porque lá as medidas foram equivalidas.

Se quiser múmias com braços e pernas evidentes corte as salsichas para marcar os membros e reserve. Misture os demais ingredientes, adicionando o leite por último. Vá misturando e adicionando o leite até formar uma massa lisa que não gruda nas mãos ou na vasilha.

Abra porções de massa até ficar bem fina e corte em tirinhas finas. Enrole nas salsichas montando as múmias. Leve ao forno (180°) em assadeira untada até que a massa asse.
Se quiser múmias bronzeadas pincele a massa com gema antes de levar a forno.
Antes de servir espete cravos ou pingue gotinhas de mostarda para montar os olhos.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Minhocas de gelatina – Halloween 2014

E pro lanche de hoje: minhocas de gelatina! Ou vermes, dependendo do sabor que você usar…
Já vi essa opção meio que um mundo de vezes na internet mas durante todo o processo uma voz ficava na minha cabeça repetindo: “não vai dar certo; não vai dar certo; não vai dar certo…”. Deu! Pelo menos deu muito mais do que eu achava que daria…

Muita gente serve junto com biscoito de chocolate esfarelado pra simular um bocado de terra. Eu não gosto muito de comer gelatina com outras coisas, então pra essa primeira vez foi minhoca deslocada do próprio lar mesmo. Até porque, se você vai servir minhocas pra suas visitas o mínimo que se espera é que você lave as bichinhas! Agora a cor: as medidas que usei viraram esse rosa bem forte. Se preferir uma cor mais suave é só aumentar a quantidade de leite e diminuir a de água.

Se quiser minhocas mais fininhas é só trocar por aquele canudinho de refrigerante, beem fininho mesmo. Mas tenha muuuito cuidado na hora de tirar a gelatina de dentro dele porque vai ficar bem mais frágil.

Minhocas de gelatina

1 pacote de gelatina de morango
240ml de água fervente
120ml de leite integral – vale leite de coco pra quem não pode com leite de vaca

Arranje um copo alto, quanto mais alto mais longas as minhocas, e coloque os canudos nele. O ideal é que os canudos encham o copo, pra não desperdiçar gelatina. Coloque o copo com os canudos dentro de uma outra vasilha. Dissolva a gelatina conforme as instruções da embalagem, primeiro na água quente e depois no leite gelado. Use uma jarra com bico pra fazer isso, vai facilitar na hora de passar para os canudos.

Com cuidado vá derramando a gelatina dentro dos canudos, vai encher o copo e transbordar para a vasilha maior. Volte a gelatina da vasilha para a jarra e volta a encher os canudos. Faça isso até que os canudos fiquem tão cheios quanto o copo.

Leve para gelar por algumas horas, até estar bem firme. Com cuidado tire os canudos do copo. A gelatina que ficou entre eles pode ser usada para fazer a base do seu montinho de minhocas já que não vai aparecer. Depois é só pegar cada canudo e aperta uma ponta para “liberar” a minhoca na outra. Algumas vezes vai ficar uma bolha de ar e a minhoca vai ficar transparente em uma parte, relaxa que isso só deixa a coisa mais aflitiva ainda…

 

Salvar

Sorvetão Cemitério – Halloween 2014

Então, sorvetão é tipo sorvete/pavê/torta ou uma mistura desses. A parte de cemitério é só um ideia de decoração pra já começar a entrar no clima do Halloween.
sorvetão

(mais sobre o Halloween aqui)

Não preciso nem dizer que o sorvetão vale pra todo o verão, e primaveras que parecem verão, com ou sem decorações especiais. E também que a decoração de túmulos pode ser adaptada pra qualquer comida, né? Então chega de enrolação e vamos pra receita que eu já tô ficando com vontade de comer mais um pedaço…
sorvetão

Sorvetão – com túmulos!

1 lata de creme de leite sem soro
6 gemas
6 claras
1 1/2 xícara de açúcar refinado
200g de biscoito maria – vale trocar por outro

Pique os biscoitos grosseiramente e reserve. Bata as gemas com 1/2 copo de açúcar até formar um creme fofo e reserve. Em outra vasilha bata as claras em neve. Quando ficar firme acrescente 1/2 copo de açúcar e bata até o açúcar dissolver e reserve.

Em uma terceira vasilha bata o creme de leite com o restante do açúcar até ficar cremoso. Junte o creme de gemas com o creme de leite e misture até ficar homogêneo. Junte as claras aos poucos e vá misturando delicadamente. Por último acrescente 2/3 dos biscoitos picados, também delicadamente. Transfira para uma vasilha larga e cubra com o restante dos biscoitos picados. Mantenha no congelador para não derreter.

* Para fazer a terra do cemitério troque o 1 terço final de biscoitos por rosquinhas de chocolate.

Para os túmulos:

cerca de 6 biscoitos maria
chocolate branco
corantes
papel manteiga

Faça um cone com o papel manteiga, igual esse cara aqui (acredita em mim, é mais fácil você assistir o vídeo do que eu tentar te explicar). Ou da forma que você souber fazer um cone. Ou use um saco de confeiteiro com bico fino. Derreta o chocolate, no micro-ondas de 15 em 15 segundos, ou no banho-maria. Quando ainda houver alguns pedacinhos sem derreter mexa bem que o calor do chocolate derretido termina o serviço. Adicione o corante cinza/prata e cubra os biscoitos com esse chocolate. Deixe que sequem em um pedaço de papel manteiga. Tinja o restante do chocolate num tom de cinza mais escuro. Transfira para o saco de confeiteiro (ou de papel) e escreva nas lápides. Leve à geladeira por alguns minutos apenas para endurecer o chocolate. Agora é só colocar os biscoitos sobre o sorvetão, alguns meio tortos mesmo. E voltar para o congelador pra firmar tudo.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Tipo um frappuccino

Frappuccino é uma bebida de café, gelada, vendida por aquela cafeteria famosona. Aquela da sereia sabe? Se não sabe procura na internet café + sereia…
Enfim, frappuccino é tipo milkshake com café… E essa é tipo o primo torto do frappuccino. Primeiro porque teoricamente eu não posso usar esse nome, só a cafeteria famosa poderia…Segundo porque a receita nasceu de um mundo de experiências com meu liquidificador e um mundo de café congelado ao longo do verão passado.
Isso mesmo, café congelado. Aqui em casa sempre sobra um pouco do café feito de manhã, e eu odeio (com todas as minhas forças!!!!) café requentado. Então o que sobra eu coloco em forminhas (daquelas de gelo mesmo) e congelo pra usar depois. Pode chamar de pão-duragem, mas eu também odeio jogar comida fora, então se der pra reaproveitar sem perder qualidade, eu topo.
Essa receita é a base, com caramelo porque eu tô apaixonada por ele. Mas vale cobertura pronta, vale cobrir com chantilly, chocolate derretido, acrescentar fruta, crocantes, etcs. E claro, trocar o leite por sorvete, fica bem menos light, mas incrivelmente mais cremoso…

frappuccino2

Frappuccino torto
a colher é de sopa

6 cubos de café congelado
200ml de leite
1 colher de caramelo – vale trocar por açúcar também
1 colher de chocolate em pó – vale achocolatado
1 colher de açúcar se o seu café não for adoçado

Junta tudo no liquidifcador e bate até ficar homogêneo. Prova e acerta o açúcar. Daí é só decorar um copão com calda/caramelo e arranjar um canudinho pra ficar mais gostoso!

Salvar

Torta rústica de maçã

Sobremesa pra ser feita rapidinho. Quer dizer, você pode fazer tudo fresquinho na hora, sem problemas… mas eu usei o que sobrou da massa da torta de chocolate que tava congelado e o caramelo que já estava pronto na geladeira. Porque aí fica fácil né, aproveitamento de restinho é por aqui mesmo. Além de ficar uma delícia claro!!

Agora já estou imaginando a mesma ideia de só dobrar a massa mas por cima de peras, frutas vermelhas e mais uma infinidade de recheios….

maçã2Torta Rústica de Maçã

1 pedaço de massa – receita aqui
2 colheres sopa de caramelo – receita aqui
1 maçã verde
3 colheres sopa de açúcar com canela
o fundo de uma forma de aro removível – ou uma forma grande

Abra a massa com 0,5cm no máximo. Não precisa ter um formato redondo perfeito, a quantidade de massa que eu usei deu mais ou menos 25cm de tamanho. Unte a forma e transfira a massa para ela. Cubra o meio da massa com o caramelo, deixando as bordas sem. Fatie a maçã e cubra o caramelo com ela. Dobre as bordas de massa sobre a maçã e polvilhe tudo com o açúcar com canela. Leve ao forno baixo (180°) por cerca de 30min, ou até assar a massa. Sirva com mais calda de caramelo, ou com sorvete.

Salvar

Caramelo

Por aqui a gente já teve balas de caramelo, daquelas que grudam no dente e duram o dia todo…rs

Mas hoje é dia de calda de caramelo, dessas pra jogar no sorvete, no bolo azedinho, na fruta assada…até no biscoito maria funcionou! Essa receita é a mais básica e simples que eu achei por essas internês da vida. Existem várias outras, que eu pretendo inclusive testar por aqui futuramente, mas acho que essa leva ingredientes fáceis de ter em casa e não tem muito segredo no preparo.

caramelo2Calda Caramelo – original aqui
xícara de 240ml

2 xícaras de açúcar – usei refinado
1 xícara de água
200g de creme de leite de caixinha – o de caixinha hein!
1 pitada generosa de sal – opcional

Em uma panela alta (alta mesmo) junte o açúcar e a água e misture levemente. Leve ao fogo e não mexa mais. Se o açúcar não estiver dissolvendo na água segure a panela e gire-a delicadamente para misturar os dois. Mantenha um pincel e um copo com água por perto e de vez em quando molhe o pincel na agua e limpe o açúcar das laterais da panela para não cristalizar. Deixe no fogo alto até ficar de uma cor âmbar.

Enquanto isso, se o dia estiver frio, aqueça o creme de leite em banho maria: coloque a caixinha fechada em uma panelinha com um pouco de água e deixe no fogo baixo até começar a ferver. Desligue o fogo em seguida. Isso apenas se for um dia bem frio.
Misture o sal no creme de leite e reserve.

Quando o açúcar estiver igual caramelo de pudim (âmbar, lembra?) é só colocar o fogo no mínimo e acrescentar o creme de leite salgado. É simples, mas vai espirrar loucamente e subir horrores, por isso a panela alta. Não se apavore igual eu fiz! Mantenha a calma e com uma colher grande vá misturando até a coisa se acalmar…rs
Cozinhe por mais 2 minutos em fogo baixo e pronto!

Agora é só guardar em um pote bem fechado na geladeira por até uma semana. Eu gosto de usar potes que possam ir a banho maria ou no micro-ondas depois, assim se a calda ficar muito grossa depois de gelada é só dar uma aquecida antes de usar.

caramelo

Salvar

Guacamole

Eu confesso que esse foi meu almoço num domingo, e eu não me arrependo de nada!
Mas vale fazer pra acompanhar uma rodada de cerveja com os amigos (primeira vez que experimentei foi assim), ou só pra dar fim naquele abacate morando na sua geladeira (também já fiz isso).

O guacamole é uma comida típica do México e, como toda comida típica, aparece em vááárias versões. Mas basicamente é um molho de abacate bem temperado, aliás, “mole” é a designação pra molho. Levando isso em conta, essa receita é mais uma sugestão, as medidas são meio no olho e vale mudar os temperos para o que quiser.

guacamole
Guacamole com falsos nachos

1 abacate médio
1 tomate grande
1 mega dente de alho
suco de 1 limão – usei o capeta
molho de pimenta – qual e quanto você quiser
sal a gosto
salsa a gosto – o mais comum seria coentro
1 cebola grande – não usei dessa vez, mas fica bom

para os falsos nachos:
pão sírio
massa pronta pra pastel
azeite
sal

Corte o pão sírio e a massa para pastel em 4 partes, disponha em uma assadeira sem deixar um por cima do outro, regue com azeite e salpique sal por cima. Leve ao forno médio até dourar. O pão sírio ficou mais tempo e quase queimou, cuidado que de uma vez ele doura. A massa de pastel demora um pouco mais. Enquanto isso prepare o guacamole.

Amasse o abacate e misture com o limão para não escurecer. Pique o tomate (e a cebola se for o caso) em cubos e o alho em cubinhos e junte ao guacamole. Acrescente a salsa e tempere com o sal e a pimenta conforme seu gosto. Deixe na geladeira um pouco antes de servir.

Aproveite enquanto isso e faça uma Michelada para acompanhar!

guacamole2

Salvar

ARoman

Bora começar a semana de um jeito diferente? Pra animar essa segunda no lugar de receita de sobremesa tem outro tipo de coisa gostosa. Pra quem não sabe, o Cozinha ganhou seu nome em função do meu sobrenome, Roman. E hoje vou aproveitar pra falar da produção de outro membro da família (prima!) Roman:

aromanO ARoman Ateliê é a vitrine virtual de um trabalho lindo que a Aline faz: encadernação artesanal. Por lá você encontra agenda, álbum de fotos, diários… tudo feito a mão, um a um. Eu, que sempre amei passear em papelaria, fiquei encantada com o Livro de Receitas. Já tô escolhendo as favoritas do Cozinha Roman pra transcrever pra ele…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém dele, já estou montando a minha wishlist com os meus favoritos:

bordadoPrimeiro da lista: Livro de anotações com capa bordada!!!!!

conjuntoE segundo da lista: Conjuntinho, porque um só é pouco (e pq eu gosto de sempre ter um caderninho na bolsa pra anotar receitas e ideias que me passam na rua)

Passa pra conhecer! E se quiser tirar qualquer dúvida ou fazer sua encomenda é só entrar em contato com ela no próprio site, link aqui ó.

caderno

Explicando: isso não é um publieditorial, ninguém me pagou nada pra escrever isso. Eu realmente acredito em comprar de quem faz e gosto dos produtos que ela cria. 😉

Salvar