Sorvete de Pina Colada, abacaxi com coco com rum

Sorvete de Pina Colada, é coco com abacaxi (amamos!) com rum (amamos também!) feito pra tomar na casquinha ou amontoar um monte num potão!
sorvete de pina colada na casquinha

Vamos as principais vantagens do sorvete caseiro, mesmo que você não tenha sorveteira:

– você sabe tudo que tem ali dentro. Isso quer dizer um sorvete de pina colada, ou qualquer outro sabor, sem acidulantes, conservantes, aromatizantes e por aí vai. Se qualquer desses ingredientes entrarem na receita é porque você quis. Com ou sem dieta, saber tudo quanto é ingrediente que vai na comida é sempre uma boa ideia, e quanto menos nomes complicados nessa lista melhor ainda!

– você pode inventar como quiser! Troque sabores, acrescente algum tempero, pedacinho de chocolate, hortelã, algum licor… O que a imaginação mandar e pronto, seu sorvete ficou único!

Essa receita sofreu muitas alterações desde a original até a que aparece aqui, inclusive no nome; Sorvete de Pina Colada é ideia minha, a original chama sorvete de coco com abacaxi.

O abacaxi em lata virou in natura já que por aqui só encontramos abacaxi em calda. O creme de coco, que não encontramos por aqui também, virou um leite de coco caseiro mega concentrado, quase um creme mesmo. Leite de coco em pó? Tirei. O leite em pó continua que ajuda a dar mais sustância pra massa. Aliás já fica a primeira dica: tem leite em pó sem lactose? Então pronto, sorvete sem lactose pra quem não pode!

Podia ter mais rum? Podia. Com apenas duas colheres o sabor não aparece, e ele contribui só com a textura. Então já fica a segunda dica: o sorvete é só pra adultos? Pode dobrar a quantidade de rum; com 4 colheres ele vai ficar mais cremoso e com sabor de drink!

Última dica porque o post já tá longo: não caia na preguiça de usar leite de coco de garrafinha. Ele é muito ralo e você teria que ficar cozinhando ele toda vida pra reduzir e conseguir a textura. Pelo trabalho vale mais a pena fazer o leite/creme em casa mesmo. E já que deixou a preguiça de lado, ignora o coco ralado de pacotinho também vai… O coco fresco dá muuuito mais sabor e com um martelo fica facinho de abrir. Sério gente, eu não tinha ideia o quão mais fácil é quebrar o coco com um martelo. Segura ele bem firme e capricha na mira e pronto!
sorvete de pina colada na casquinha

Sorvete de Pina Colada – original aqui

2 1/2 xícaras de abacaxi em cubos
3 xícaras de coco ralado
1 1/2 xícara de água quente
1/2 xícara de açúcar
4 colheres sopa de leite em pó
2 gemas grandes
1 colher chá de essência de baunilha
2 colheres sopa de rum

Leve o abacaxi para uma panela em fogo médio e deixe cozinhar por cerca de 10min. Reserve. Bata o coco com a água e filtre em um pano (ou coador). Reserve também.

Em uma panela junte o açúcar, o leite em pó e metade do leite de coco e esquente; enquanto isso bata as gemas até formarem um creme claro. Tempere esse creme com a mistura quente, bem aos poucos pra não cozinhar. Volte essa mistura ao fogo e cozinhe, mexendo sempre, até que comece a engrossar. Retire do fogo e junte o restante do leite de coco e a baunilha e misture bem. Bata essa mistura com o abacaxi e rum no liquidificador até ficar homogêneo.

Leve ao congelador até começar a congelar e então bata na batedeira ou no processador até ficar homogêneo. Volte ao congelador até congelar completamente e então bata novamente. Siga com essa rotina até ficar cremoso.

PS1: Se você tiver uma sorveteira é bater no liquidificador e ir direto pra sorveteira.

PS2: Para fazer as casquinhas eu derreti um pouco de chocolate branco, passei na borda e cobri com coco ralado bem fininho. Você ainda pode trocar ambos pra algo que contraste com o sorvete caso prefira.

——————————

Em 2015: Pepilancia Twist

Salvar

Salvar

Salvar

Iemanjá – o drink

Um drink rapidinho e leve, com cara de verão… Servidos?
drink-iemanja-cozinharoman-pt

O nome foi a primeira coisa que me chamou a atenção nesse drink: Iemanjá. E depois que a gente vê os ingredientes fica meio intuitivo o porque. Ainda mais porque originalmente ele é feito com cachaça, outro ingrediente típico daqui.

Mas aqui em casa foi com vodka mesmo, e deu tudo certo! A maior diferença mesmo vai ficar por conta do suco de abacaxi. Os de caixinha são feitos com saborizantes bem fortes, então uma dose já vai ser suficiente. Mas eles não tem a mesma graça de um suco batido na hora… Fora que fazendo o próprio suco dá pra controlar o quão doce você vai querer. E ainda sobra um pedaço de abacaxi pra enfeitar o copo!

Iemanjá – original aqui

1 dose de vodka
1 dose de água de coco
2 doses de suco de abacaxi – adoçado ou não
gelo a vontade
Abacaxi para guarnecer

Bata todos os ingredientes em uma coqueteleira cheia de gelo. Transfira para um copo de cocktail cheio de gelo picado e enfeitado com um pedaço de abacaxi.

———————————-
Em 2014: Pankoks
Em 2015: Soda Bread

Salvar

Pavê de abacaxi (com coco)

Pavê de abacaxi, e se quiser com coco também!

Enquanto ninguém avisa pro verão que a primavera ainda nem começou, por aqui as sobremesas geladas já começam a dar as caras. E a de hoje pra mim já é vintage porque eu nem tinha nascido e ela já marcava presença por aqui.
O nome no caderno da minha mãe é de torta de abacaxi, mas já que não tem casquinha de massa chamemos de pavê que é todo doce em camadas. E a original também não tem coco, mas me parece meio que um sacrilégio fazer um doce de abacaxi e não juntar coco em algum lugar. Pra quem não gosta da combinação, ou do coco em geral, é só ignorar e parar a montagem no creme de claras.
Se por algum milagre você não gosta de abacaxi mas ainda está aqui: troca o doce de abacaxi por alguma fruta em calda, ou por alguma geleia diluída e me conta o resultado! 😉

Pavê de abacaxi (com coco)

1 lata de leite condensado
2 latas de leite*
1 xícara de açúcar
1 abacaxi – cerca de 5 xícaras em cubinhos
4 ovos
1 lata de creme de leite sem soro
coco fresco – ralado ou em fitas**

*todo mundo ciente que é a lata de leite condensado usada como medida né?
** usei um descascador de legumes pra fazer fitas de coco, mas vale usar no formato que preferir

Pique o abacaxi em cubinhos, descartando o miolo* e junte com o açúcar em uma panela. Misture apenas de vez em quando, tomando cuidado para “sujar” as laterais da panela com a calda formada para que não tenha cristalização. Quando a água secar e o abacaxi começar a dourar desligue e deixe esfriar.
Junte o leite condensado, leite e as gemas em uma panela e cozinhe, misturando quase sempre, até engrossar. O ponto varia de acordo com o gosto de cada um, mas é bem parecido com o do creme de confeiteiro.
Transfira o creme formado para o recipiente escolhido e cubra com filme plástico até esfriar totalmente. Vale deixar na geladeira se quiser acelerar tudo. Quando o creme e o doce de abacaxi já estiverem frios retire o plástico de cima do creme e cubra com o doce de abacaxi.
Bata as claras em neve e quando atingir picos firmes junte o creme de leite, ainda batendo. Quando estiver homogêneo cubra o abacaxi com esse creme. Por fim cubra tudo com o coco e leve para a geladeira. Costuma ficar ainda mais gostoso se dormir na geladeira antes de servir.

*descartando é modo de dizer né gente, por aqui o miolo é cortado em cubinhos e vira um ótimo petisco pra comer fora de hora

———————————
Em 2014: Palitos de cebola

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Limonada de abacaxi

O drink de hoje é na verdade um suco, sem bebidas alcoólicas, daqueles bons de acompanhar o almoço, ou matar o calor no meio da tarde.

A combinação de limão com abacaxi pode parecer forte num primeiro momento, mas como o limão siciliano é mais suave fica tudo bem. Por isso mesmo até rola de fazer com outros limões, mas vá com certos cuidados. Adicionar o suco de limão aos poucos e ter certeza de que o abacaxi é o de massa amarela são precauções que ajudam a não machucar o estômago de ninguém.
O açúcar também é opcional e pode variar. O mascavo é mais saudável mas o sabor vai interferir bastante. O mesmo acontece com o mel, embora eu acredite que ele tenha mais chance de dar certo.
Uma última dica, o liquidificador entra na receita porque em momento algum eu cogitei usar suco pronto. Realmente prefiro o trabalho de descascar o abacaxi  e ter um suco fresquinho, e já que vou ter que liquidificar a fruta, bato tudo junto. Se rolar de você já ter o suco batido em casa, vale só misturar tudo na jarra mesmo e pronto.

Limonada de abacaxi – original aqui

1 1/2 xícara de suco de limão siciliano
4 colheres sopa de açúcar
5 xícaras de água gelada
1 xícara de suco de abacaxi

É só bater tudo junto no liquidificador e acertar o açúcar antes de servir.

—————————————-
Em 2015: Pão Pita

Salvar

Piña Colada de Verão

Ainda com a combinação coco e abacaxi na mente hoje tem mais um drink da seção “pulamos a primavera e fomos direto para o verão escaldante”.

Hoje a conversa é rápida:
A Piña colada é um drink normalmente feito com leite de coco mas, pra aumentar a cremosidade, aqui eu troquei por sorvete. Eu usei sorvete de leite de coco, mas qualquer sorvete de coco funciona.
Uma outra forma de servir, em dias ainda mais quentes, é em uma taça larga com mais uma bola de sorvete por cima do drink…

Piña Colada de Verão

2 rodelas grandes de abacaxi
10 pedras de gelo
2 doses de rum – ou mais se quiser
2 bolas de sorvete de coco

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em um copo alto enfeitado com abacaxi.

————————————–
Em 2014: Sorvete de Banana

Salvar

Amor em pedaços

Amor em pedaços, ou bolo prático que já assa recheado com um creme delícia de abacaxi com coco.

Cresci ouvindo falar no tal amor em pedaços, fosse experimentando um pavê sabor(?!?!) amor em pedaço, fosse com o sorvete de coco com pedaços de abacaxi, ou mesmo ouvindo minha mãe contar do tal doce que ela tanto gosta. Mas mesmo tendo provado vários bolos com esse nome, ainda não tinha tido a chance de conhecer o original. O caso é que a maioria dos bolos vendidos como amor em pedaço são na verdade pães de ló recheados com algum doce com pedaços de abacaxi e cobertos com um glacê e coco ralado. Isso não é amor em pedaços, que na verdade tem o recheio assado junto da massa do bolo e é coberto de açúcar puro.

E aí finalmente achei a receita do tal doce tão famoso! Vinda de um caderninho (desses de família) que passou por aqui, a receita chegou nas minhas mãos com medidas caseiras e sem muitos detalhes sobre formas e temperaturas de forno. Não que tenha feito falta, a receita é tão boa que deu certo já na primeira tentativa.

Minha única mudança, porque elas persistem, foi quanto ao abacaxi. A receita original fala pra bater o abacaxi no liquidificador até triturar completamente. Mas seguindo a memória da minha mãe resolvi picar o dito cujo em cubinhos miúdos. Ambas as opções funcionam, sendo que uma resulta em quadradinho mais finos e uniformes e a outra em quadradinhos mais rústicos e com mais textura. Isso vai depender de qual resultado final você quer. O mesmo vale pro coco. Eu usei a parte mais grossa do ralo para que ele não sumisse em contraste com o abacaxi. Mas pra quem for usar o liquidificador vale usar a parte mais fina do ralo para o coco não sobressair muito mais que o abacaxi.

Por fim, a massa: a quantidade da receita resulta em bastante recheio para pouca massa. Não vejo problemas nisso, mas a estrutura do doce cortado pode ficar um pouco comprometida. Se for fazer para uma festa por exemplo, onde eles ficaram expostos, sugiro fazer 1 receita e meia de massa para uma receita de recheio. Desse jeito as camadas de bolo ficam ligeiramente maiores segurando melhor o formato dos quadradinhos.

Amor em pedaços

Recheio:
1 coco fresco
1 abacaxi
2 xícaras de açúcar – usei cristal
25g de manteiga sem sal
3 ovos

Massa:
3 ovos
3/4 de xícara de açúcar refinado
50g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 colher sopa de fermento químico
1 pitada de sal
1 xícara de farinha de trigo

Açúcar refinado para cobrir

Para quadradinhos mais rústicos pique o abacaxi em cubinhos pequenos e rale o coco no ralador grosso.
Para quadradinhos mais finos bata o abacaxi no liquidificador até ficar homogêneo e rale o coco no ralador fino.
Feito isso transfira-os para uma panela grande e junte os demais ingredientes do recheio. Mexa em fogo médio até que o açúcar derreta completamente e a água que vai se formar seque. O doce vai começar a soltar da panela mas ainda vai estar mole. Desligue o fogo e deixe amornando enquanto faz a massa.
Para a massa basta misturar todos os ingredientes até formar uma massa lisa. Não precisa ficar batendo muito, apenas para desfazer qualquer grumo formado.
Separe uma assadeira alta, de silicone ou untada e enfarinhada, de cerca de 20×30cm. Forre o fundo da assadeira com metade da massa, formando uma camada bem fina. Cubra com o recheio, colocando-o delicadamente. E por fim cubra tudo com o restante da massa, também bem delicadamente para não misturar tudo. Leve ao forno a 200° por cerca de meia hora até que doure.
Espere esfriar bem antes de desenformar e cortar, de preferência embale com filme plástico e deixe dormir uma noite na geladeira para ficar bem firme. Corte em quadradinhos e passe no açúcar refinado.

————————————————
Em 2014: Geleia de Pimenta

 

Salvar

Panacota amor em pedaços

Voltando de viagem… a vontade é comer alguma coisa gostosa mas que seja fácil de fazer. E a escolhida para essa semana foi a panacota, sobremesa típica da Itália. Panacota significa nata cozida, e é quase isso já que usei creme de leite fresco no lugar da nata. Normalmente eu vejo panacota servida com geleia de frutas vermelhas ou morango, mas pode ser a calda que você quiser.

Já o amor em pedaços é um bolo de coco recheado/coberto com doce de abacaxi. E a partir daí apareceram mil e uma versões, desde sorvete de amor em pedaços até pudim de amor em pedaços. Normalmente todas essas versões são alguma coisa de coco com pedaços de abacaxi (em calda ou in natura) misturados.

Explicadinho assim panacota amor em pedaços ficou bem óbvio agora, né? Foi só substituir o leite por leite de coco, e a geleia de morango pelo doce de abacaxi que eu fiz aqui. Molezinha e uma delícia!

panacota amor em pedaço 2Panacota Amor em Pedaços

250ml de creme de leite fresco
200ml de leite de coco
50ml de leite
3/4 xícara de açúcar
1 pacote (12g) de gelatina em pó sem sabor

Junte todos os ingredientes em uma panela, exceto a gelatina, e leve ao fogo médio. Misture até dissolver completamente o açúcar, baixe o fogo e deixe até ferver.
Quando ferver desligue o fogo e reserve.

Dissolva a gelatina conforme a embalagem, a minha precisou de 5 colheres de sopa de água e 15 segundos no microondas. Misture um pouco do creme fervido na gelatina já dissolvida, apenas para não ter um choque de temperatura. Então junte a gelatina na mistura da panela. Misture muito bem para que não fiquem grumos e transfira para a(s) vasilha(s) onde for servir. Leve para a geladeira por algumas horas até endurecer.

Depois que estiver firme é só cobrir com o doce de abacaxi. Se o doce estiver muito puxento é só levar ao fogo com um pouco de água para diluir um pouco. Se precisar diluir deixe esfriar um pouco antes de colocar por cima da panacota.
panacota amor em pedaço

Salvar

Doce de Abacaxi

Docinho Coringa de abacaxi hoje! Eu chamo de doce porque isso pode ser chamado de geleia, compota, conserva, doce…. Tá mentira, eu chamo de doce de abacaxi porque eu cresci ouvindo minha mãe chamar assim.

Mas porque Coringa Sabrina? Porque segundo minha imaginação ele vai bem com tudo! Torrada, biscoito falso passatempo (sem o recheio original), pão de coco, e um tal sorvete de leite de coco que vende por aqui e é uma delícia que fica melhor ainda com doce de abacaxi!!!!!

doce de abacaxiDoce de Abacaxi

3 xícaras de abacaxi em cubos
2 xícaras de açúcar cristal
3 xícaras de água

É só misturar tudo em uma panela e levar ao fogo médio. Mexa de vez em quando mas não precisa ser o tempo todo. Se quiser um doce bem cristalino vá retirando a espuma que se forma ao longo do cozimento. Quando começar a deixar de ficar líquido desligue o fogo e guarde em um vidro fechado, na geladeira. Se ficar muito puxento ou duro mesmo, tipo bala, é só voltar pra panela com um pouquinho de água e ajustar o ponto. Da mesma forma, se ficar muito mole mesmo depois de frio é só voltar pra panela mais um pouco.

doce de abacaxi 2

Salvar

Salvar

Salvar