Trem de minuto

É um trem mesmo porque a receita jura que é biscoito de minuto. Parece biscoito, ó:

minuto

Mas na hora que você morde é macio… veja bem, não tá murcho, o trem é macio. Não que isso seja uma coisa ruim, na verdade é o tipo de receita que eu tenho que esconder a vasilha pra não pegar 3 cada vez que passo pela cozinha… Mas pra mim biscoito é crocante e pão é macio. Enfim… vamos a receita!

minuto2

Biscoito (?!) de minuto doce
xícara de 240ml

1 xícara de farinha de trigo
1 colher sopa de manteiga sem sal
3 colheres sopa de açúcar refinado
1/2 xícara de leite – usei só 1/4
1 colher café de sal
1 colher sopa de fermento químico

Misture os ingredientes acrescentando o leite aos poucos, a quantidade vai depender da qualidade da farinha. Sove a massa até ficar lisa e homogênea. Fica uma massa bem fácil de mexer, que não gruda nem nas mãos nem na bancada. Modele os biscoitos. Eu fiz bolinhas e amassei com um garfo, tipo um sequilho. Coloque em uma assadeira forrada com papel manteiga e deixe descansar por 10 minutos.
Pré-aqueça o forno a 230° pelos mesmos 10 minutos. Diminua o forno para 200° na hora de colocar os biscoitos (?!). Demora cerca de 15-20minutos. Presta atenção porque não doura por cima, então não parece que tá pronto mas tá.

Salvar

Taça bicolor

Receita dupla hoje!! Uma a gente já viu por aqui, na forma de recheio do bolo surpresa no início do mês. A outra eu fiz como experiência levando nenhuma fé de que ia dar certo e acabou virando uma surpresa também! Essa mousse de chocolate vai contra tudo que já ouvi sobre chocolate. Desde sempre eu aprendi que nunca, nunca, nunca se deve deixar água sequer chegar perto do chocolate, ou então é melhor jogar fora porque estragou feio o preparo. Pois é, essa receita manda misturar água quente no chocolate!!!!!! E o resultado é uma mousse super leve!
Vale ressaltar que eu acrescentei o açúcar porque servi junto de um creme azedo, então a intenção era balancear tudo. Mas se for servir essa mousse sozinha o açúcar se torna desnecessário.
Ah, e o biscoito quebrado pra fazer a firula é um daqueles cones de servir com doce de leite sabe? Vale o que você quiser!

mousse3

Creme de maracujá – lembra dele?

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
200ml de suco de maracujá  – aqueles de garrafinha concentrado
1 pacotinho de gelatina em pó sem sabor

Hidrate a gelatina conforme as instruções da embalagem e bata com os demais ingredientes no liquidificador até ficar homogêneo. Coloque em uma travessa grande ou em tacinhas, mas sem preencher totalmente. Leve a geladeira até firmar, cerca de 2h.

Mousse de Chocolate – original aqui

3 claras em neve
200g chocolate meio amargo
1/4 xícara de água
3 colheres sopa (rasas) de açúcar refinado

Derreta o chocolate. Esquente a água por 15 segundos no microondas e acrescente ao chocolate misturando bem. bata as claras em neve e então junte o açúcar e bata novamente até dissolver. Junte as duas partes e misture delicadamente até a clara ter sido toda incorporada ao chocolate. Coloque colheradas da mousse por cima do creme de maracujá. Leve à geladeira até firmar. Decore como quiser

mousse

Salvar

Bolo Mármore

Mais um bolo essa semana! Não gosto muito de postar o mesmo tipo de receita duas vezes na mesma semana, mas cara…eu amo bolo! Adoro o bolo mármore, e esse tem um detalhe que fez com que acabasse ainda mais rápido do que normalmente. No lugar de marmorizar bolo de baunilha com bolo de chocolate, combinei limão com chocolate! Ficou um pouco mais azedo do que eu gosto, mas bolo de limão tem que ser azedo mesmo né?
bolo mármore

Bolo Mármore
xícara de 240ml

2 xícaras de açúcar
2 ovos
1 colher sopa de manteiga
2 xícaras de farinha de trigo branca
2 xícaras de amido de milho
1 xícara de leite
3 colheres sopa de chocolate em pó
1 colher sopa de fermento em pó

Eu gosto de fazer esse bolo como se fossem dois, mas você pode começar com uma massa só e na hora de saborizar separar em duas.
Para fazer como se fosse duas: em uma vasilha bata metade do açúcar com um ovo até formar um creme fofo. Junte metade da manteiga e bata novamente até ficar homogêneo. Vá acrescentando aos poucos, metade da farinha, metade do amido de milho e metade do leite. Quando estiver homogêneo junte delicadamente metade do fermento em pó.
Em outra vasilha repita o procedimento, acrescentando o chocolate em pó junto da farinha e do amido de milho.

Se quiser também dá pra misturar tudo junto, separar em duas vasilhas e acrescentar o chocolate só em uma…

Coloque a massa branca em uma forma untada e enfarinhada e por cima coloque, delicadamente, a massa de chocolate. Misture delicadamente com uma faca. Ou misture loucamente, depende do quanto você quer marmorizar o bolo. Leve ao forno a 180° por cerca de 40min ou até dourar. Desenforme apenas quando já estiver frio.

Salvar

Peras ao Vinho

Mais uma receita tipo monstro de Frankenstein que saiu bonitinho. Explico a parte frankenstein: devo ter visto umas mil receitas diferentes de compota de pera, pera em calda, peras ao vinho, peras rosadas, peras perfumadas… Como gostei de todas…não copiei nenhuma, peguei minhas peras, minha panela e fui inventar. A parte monstro bonitinho é porque deu certo. A chance de isso se voltar contra você sempre existe, mas quando dá certo é tão bom que vale o risco! (que nem é tão alto assim: duas peras só)
Eu comi morninho ainda, não aguentei esperar, mas gelado também fica gostoso. E você pode fazer como certas pessoas aqui em casa e soterrar a sua pera com uma montanha de sorvete de coco coberto com a calda de vinho. Fica uma maravilha!

pera

Peras ao Vinho
xícara de 240ml
2 peras – a que você preferir
200ml de água
1/4 xícara de açúcar
100ml de vinho tinto – o que você quiser
0.5cm de gengibre em pedacinhos
5cm canela em pau
1 cravo

Eu usei um vinho demi-sec, se usar um mais ou menos doce dose o açúcar conforme o gosto. As medidas para as especiarias também são mais sugestões, mude conforme o seu gosto.
Descasque as peras e corte-as na metade tirando o miolo. Coloque-as em uma panela e junte os demais ingredientes. Leve ao fogo alto e mexa delicadamente apenas para misturar o açúcar. Quando começar a ferver baixe o fogo para o mínimo e deixe cozinhar por 20 minutos. Se na sua panela as peras não ficarem totalmente cobertas pelo líquido vire-as na metade do tempo para cozinharem por igual. Passado o tempo retire as peras da panela, com cuidado para não quebrar. Aumente o fogo e deixe o líquido reduzir até formar uma calda em ponto fio. Sirva em seguida, ou gelado.

pera2

Salvar

Bolo Formigueiro

Tem horas que pão não é a opção. Tem manhã/tarde/noite que o café pede bolo, mas nem sempre rola fazer aqueeeele bolo super elaborado, com todos os ingredientes da dispensa. Essa receita dá um truque, leva poucos ingredientes e fica uma delícia. Além de ser super combinável com um café quentinho… A base é um pão de ló acrescido de um líquido e de fermento pra dar conta de segurar o granulado. Você pode trocar a água por suco ou chá ou mesmo refrigerante e dar uma camada de sabor a mais pro seu bolo. As medidas são para uma forma de bolo inglês pequena, mas é só multiplicar para uma receita maior. Lembrando que quanto maior o bolo menor a temperatura do forno para não ficar cru por dentro e dourado por fora. Nã tem granulado? Inventa criatura! Gotas de chocolate, passas, castanhas/nozes, até com uva in natura esse trem fica bom!

formigueiro

Bolo Formigueiro
xícara de 240ml

2 claras
2 gemas
1/2 xícara de açúcar refinado
1/4 xícara de água
1 xícara de farinha de trigo
1/2 colher sopa de fermento em pó
3 colheres sopa de granulado de chocolate – ou colorido para um bolo psicodélico

Bata as claras em neve. Ainda batendo acrescente as gemas uma a uma, o açúcar e a água. Diminua a velocidade da batedeira um pouco e junte a farinha. Quando a massa estiver homogênea desligue a batedeira e delicadamente incorpore o fermento e o granulado. Em uma forma untada, leve ao forno a 200° por cerca de 30min, até dourar. Desenforme depois de frio.

Salvar

Maionese de leite

Já viu o post de ontem? Palitinho bom demais né? Mas reparou na taça com um molinho verde misterioso sem receita? Pois esse molinho é o assunto de hoje! E na verdade é uma maionese de leite!!
Eu não sou muito fã de maionese industrializada, pra mim ela é muito mais um ingrediente base para outras receitas do que algo pronto pra comer. Por isso fiquei muito surpresa quando provei essa maionese, que fica com um tempero ótimo. O fato de não levar ovo também me conquistou, ainda sou meio medrosa para algumas receitas com ovo cru… E como não sabia se ia ser um sucesso ou não por aqui, gostei do fato de ela poder ficar mais que um dia na geladeira sem riscos…

Maionese

Maionese de Leite caseira – original aqui
xícara de 240ml

1/2 xícara de leite
3 dentes de alho – pequenos
1/2 colher sopa de mostarda amarela
1/2 xícara de salsinha picada
1 colher sopa de suco de limão – usei siciliano
1 colher chá de sal
3/4 xícara de óleo – aproximadamente

Junte todos os ingredientes, exceto o óleo, e bata no liquidificador até ficar homogêneo. Ainda batendo vá acrescentando o óleo pela abertura da tampa do liquidificador, formando um fio. Adicione o óleo e bata até ter a consistência que você desejar. Experimente o sal e corrija o tempero se for o caso. E pronto! Mantenha na geladeira, se durar…

Salvar

Grissini

Também conhecido como palito pra comer com patê. Eu tava querendo uma receita de um biscoito salgado básico, pra comer com patês e molhinhos, pra acompanhar a minha querida taça de vinho tinto gelado.
(Sim, eu bebo tinto gelado, podem ficar a vontade pra trocar por branco e me chamar pra experimentar…rs)
Eu tinha uma receita de grissini, mas feito com massa folhada. Acho que era um grissini meio no truque, sabe? Como não tinha massa folhada em casa, corri pra internet atrás de uma receita de “biscoito salgado básico”. E, pra variar, o Panelinha me salvou. Essa receita veio de lá e a única mudança que fiz foi trocar a erva doce por gergelim, mais a minha praia. E claro, não passei a gema porque eu tenho memória de peixinho dourado e esqueci completamente dela. Se você não tiver gema sobrando em casa pode fazer numa boa que fica bom também!

grissini2

Grissini – original aqui
xícara de 240ml

2 1/4 xícara de farinha de trigo
100g de manteiga em temperatura ambiente
1/2 xícara de leite – usei o desnatado
1/2 colher chá de sal
1 colher sopa de fermento em pó
1 gema para pincelar – não usei
2 colheres sopa de gergelim – ou o que você preferir

Junte a farinha, a manteiga, o sal, o fermento e o leite em uma vasilha e misture bem. Sove a massa até que fique lisa.
Embrulhe em filme plástico e leve a geladeira por cerca de 30min.
Abra a massa em uma superfície enfarinhada até ficar com cerca de 0.3cm de espessura. Espelhe as sementes de gergelim sobre a massa e passe o rolo por cima para prensar as sementes na massa. Corte a massa com 20cm de largura e então corte tiras de 0.5cm de largura. Torça cada tirinha ligeiramente, como um parafuso e transfira para uma assadeira enfarinhada. Leve ao forno a 180° por cerca de 15min, ou até dourar.
Deixe esfriar antes de guardar para que fiquem crocantes.

PS: Tá vendo o molinho ali na foto? Amanhã tem a receita aqui. Já adianto que é super fácil!

Salvar

Pudim de Tapioca

Então, eu adoro tapioca, aquela panquequinha feita de uma farinha branca típica de algumas partes do país (infelizmente MG não entra na lista). Já tentei fazer de diversas formas mas nunca consegui fazer uma tão boa quanto a original que comi a primeira vez. Quando passei no corredor das farinhas no mercado e vi escrito num pacote: Tapioca…comprei sem nem pensar. Como não tinha método de preparo no pacote fui pro google pra não ter erro. Só então vi que eu, e um monte de gente, já tinha errado na hora da compra. Essa coisa não é pra fazer a panquequinha! Como assim?!!?!? Meio quilo de uma farinha branca sem utilidade?! Imaginou o palavrão? Eu também. Voltei pro tio google e fui caçar um jeito de usar o tal produto. E não é que essa receita ficou boa? Adoro pudim e adoro bolo de mandioca, e o resultado é justamente uma mistura dos dois. Tanto que enquanto tava assando eu jurava que ia virar bolo e não pudim. Mas no fim deu certo. =)

tapioca

Pudim de Tapioca

xícara de 240ml

1 xícara de tapioca – a falsa
500ml de leite – usei o desnatado
1 xícara de açúcar
1 colher sopa de manteiga sem sal
1 pitada de sal – meia colher de chá
1 colher chá de essência de baunilha – não usei
1/2 xícara de coco ralado
150g de ameixas pretas em calda picadas – não usei
3 gemas
3 claras batidas em neve

Coloque a tapioca de molho no leite e reserve por 2 horas. Ela pua o leite todo e na hora de mexer até parece que deu errado.
Acrescente o açúcar, a manteiga, o sal e a baunilha, misture e leve ao fogo médio. Mexa de vez em quando para não grudar na panela, a coisa toda não fica exatamente líquida, fica mais para um creme bem consistente. Quando você ver que começou a ferver diminua o fogo e conte 5 minutos, ainda mexendo. Desligue o fogo e acrescente o coco, as ameixas (eca), e as gemas. Misture bem e rápido apra que o calor não coagule as gemas. Por último junte as claras e misture delicadamente de baixo para cima. Transfira para uma forma de pudim untada com óleo e leve ao forno a 205° por cerca de 40min, não precisa deixar dourar igual bolo. Desenforme depois de frio e regue com a calda das ameixas. No meu caso usei uma calda caramelada de pudim de leite. Você encontra a receita aqui. Esse é o tipo de calda que você pode fazer em grande quantidade e guardar num pote fechado na geladeira por um bom tempo.

tapioca6

Salvar

Bolo Cítrico

Está acabando a época das tangerinas (na verdade acabou em agosto, mas o tempo é louco) e por aqui falta pouco para comprar a saca de uma vez. Como eu não posso ver uma fruta in natura e já quero colocar no forno ou na panela, resolvi fazer um bolo de café com elas. Atenção que bolo de café não quer dizer que o bolo é feito com café. Não tenho certeza se café e mexerica combinam.

Bolo de café é aquele bolo simples, sem cobertura ou recheio, não muito úmido, bem fofinho, que acompanha perfeitamente uma xícara de café, ou chá. Tem quem chame de bolo de vó, mas aí depende da vó de cada um, vai que a sua avó é igual eu e acha brownie bolo simples?

Voltando ao bolo cítrico! Eu fiz com mexerica, mas a receita também funciona substituindo por laranja. Se quiser usar limões, dilua o suco em água para não ficar muito forte.

citrico3

Bolo Cítrico
xícara de 240ml

4 gemas
4 claras em neve
1 xícara de açúcar refinado
1 xícara de suco de tangerina – ou mexerica conforme onde vc mora
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher sopa de fermento em pó

Bata as gemas com o açúcar e quando começar a virar um creme adicione o suco e bata mais um pouco.
Acrescente a farinha e o fermento e misture. Não bata, apenas misture para incorporar tudo.
Acrescente as claras e misture mais delicadamente ainda, mexendo a massa de baixo para cima. Isso ajuda a manter o ar incorporado pelas claras. Vai ficar uma mistura bem fofa mesmo. Em uma forma untada leve ao forno a 180° até dourar.

citrico2

Salvar

Hambúrguer de Soja

Essa receita é do tipo modifique ao seu gosto. Essas medidas garantem a textura, mas você pode gostar de hamburger mais seco ou mais úmido por exemplo. E os temperos também, como em toda receita salgada, vale acrescentar ou tirar as ervas de acordo com o que você gosta. Claro, se você quiser, também dá pra trocar a soja por carne moída, mas acho que aí perde um pouco o propósito da coisa. É igual a Fritatta, o tipo de receita legal para um dia em que você não quer (ou não pode) comer carne. Também dá pra modelar de outra forma, e no lugar do hamburger fazer almôndegas, ou estrelinhas, ou unicórnios, vai saber…

soja2

Hambúrguer de Soja
xícara de 240ml

2 xícaras de soja texturizada
4 xícaras de água filtrada
2 ovos grandes
4 dentes de alho
1 cebola grande
6 colheres sopa de farinha de trigo
6 colheres sopa de farinha de rosca
2 colheres sopa de salsinha
1 colher sopa de orégano
sal e pimenta a gosto

Em uma vasilha deixe a soja de molho na água por cerca de 2h.
Passado o tempo escorra a água e, usando um pano limpo ou as mãos mesmo, esprema a soja para retirar o excesso de água.

soja

Pique os demais ingredientes bem miúdos e junte a soja. Com as mãos misture bem, amassando para dar liga. Se a massa ficar muito úmida adicione farinha aos poucos. Se ficar muito seca, quebrando, adicione água, ou se preferir molho de soja.
Leve a geladeira por cerca de 30min. Com as mãos, faça bolinhas de massa e achate ligeiramente. Frite em uma panela com apenas um dedo de óleo até dourar os dois lados.

Salvar