Daiquiri da casa

Já ouviu falar em Daiquiri? O drink é famosão, embora não seja muito comum por essas bandas de cá! A fama toda é principalmente por ser um dos favoritos de Hemmingway e por aparecer meio que numa infinidade de filmes. Mas não foi por isso que resolvi fazer o Daiquiri dessa vez. Eu queria usar rum, então fiz o mais fácil: abri meu “Guia Internacional do Bar” no índice remissivo e fui vendo cada uma das receitas com rum. O Daiquiri me pescou com a pitada de marasquino, não tenho marasquino, mas tenho cerejas em calda caseiras e achei uma boa oportunidade pra experimentar. Pra quem não tiver uma garrafa de marasquino, vale usar as cerejas em calda, ou melhor, a calda das cerejas em calda, daquelas que a gente encontra no supermercado.

Mais uma coisa antes da receita em si: a diferença pro frozen daiquiri é só a consistência, basta colocar muuuito mais gelo picado até ficar parecendo quase uma raspadinha.
daiquiri 1Daiquiri – serve duas doses

3 doses de rum prata
suco de meio limão galego
1 colher chá de açúcar
1 colher chá de marasquino
gelo a vontade
rodelas de limão pra enfeitar

Coloque as rodelas de limão nas taças*. Bata os demais ingredientes no liquidificador até o gelo sumir, ou ficar a consistência de raspadinha. Verta nas taças e sirva imediatamente.

* O Daiquiri normalmente é servido em taças rasas e de boca larga enfeitadas com rodelas de limão. Ou em taças de champanhe com canudos curtos.

Salvar

Salada crocante – Drops

Prontos pra mais uma receita moleza, meio sem medidas e que quebra um super galho na pressa?

Essa salada, pra mim, tem cara de verão: super colorida, crocante e crua! Porque gente, nesse calor, em pleno meio dia, não dá vontade de comer nada quente… Então prepara o ralador e a faca, e é só isso que vai precisar mesmo.

Salada Crocante

1/3 de um repolho
1 maçã – eu prefiro as mais azedinhas
1 cenoura média
1/2 limão
um punhado de cebolinha
temperos a gosto

Eu fiz com faca então fatiei o repolho bem fininho e piquei as rebarbas maiores. Depois piquei a maçã e a cenoura em palitinhos bem fininhos*, e a cebolinha eu fatiei. Se estiver com pressa é só passar tudo no ralador, na parte mais grossa. Se tiver processador é mais rápido ainda. Assim que picar/ralar a maçã esprema o limão sobre ela para que não escureça. Daí é só misturar tudo e temperar do jeito que preferir. Se tiver tempo deixe uma meia horinha na geladeira antes de servir pra ficar ainda melhor!

salada crocante verao*quem quiser descascar a cenoura é só raspar com a faca (ou usar um descascador que é bem mais rápido) mas se não quiser é só lavar muito bem a casca com uma escovinha própria de cozinha. A maçã eu nunca descasco porque gosto da textura da casca, quem não gostar… vocês já ouviram falar em quanta fibra tem nas cascas??

Salvar

Brownie com Cardamomo!!!

Hoje é dia de Brownie!! Por motivos de deu vontade de comer sobremesa de domingo bem no meio da semana…

Essa receita leva um ingrediente mais difícil de achar mas que faz toda a diferença. Eu experimentei o cardamomo pela primeira vez no café (é só colocar as sementes junto do pó pra coar) e me apaixonei pelo sabor, uma coisa meio doce, meio floral mas ao mesmo tempo refrescante… E que combina muito bem com chocolate! Pra quem não achar o cardamomo, o eHow tem algumas opções de substituição, mas eu nunca tentei nenhuma delas. De qualquer forma, sem nenhuma especiaria, brownie é sempre bom né!

As bagas de cardamomo (quanto mais verde melhor) - E as sementes prontas para serem trituradas

As bagas de cardamomo (quanto mais verde melhor) – E as sementes prontas para serem trituradas

A versão original eu vi no Panelinha e, como é de costume com as receitas de lá, não precisei fazer muitas alterações. O caso é que fiz apenas meia receita então fui adaptando coisas como “meiar” 3 ovos grandes (2 pequenos). Também não sou muito fã de castanha do Pará em bolos, então na minha versão usei um mix de nozes e castanhas de caju picadas grosseiramente. E a última alteração foi a forma: a minha ideia era um brownie bem baixinho pra servir de base pra uma bola de sorvete, então usei uma forma média no lugar da adequada que seria uma pequena. Essa alteração de tamanho de forma influencia no tempo de forno, e como a textura é algo importante no Brownie, aconselho ficar de olho e não confiar exatamente no 20-30min.
brownie cardamomo 2Brownie com cardamomo – original aqui
xícara de 240ml

100g de manteiga gelada em cubos
100g de chocolate meio amargo picado
4 bagas de cardamomo
2 ovos pequenos
3/4x de açúcar mascavo
1 xícara de farinha de trigo
1 1/2 colher chá de fermento em pó
1/2 xícara de castanhas/nozes picadas – a que você gostar mais

Em uma vasilha peneire a farinha junto do fermento e reserve.
Abra as bagas de cardamomo e retire as sementes. Triture-as ligeiramente, em um pilão ou com o fundo de um copo mesmo. Transfira-as para uma vasilha de vidro/inox/cerâmica e junte o chocolate e a manteiga. Leve essa vasilha ao banho-maria até que tudo derreta e fique liso quando misturar.

Enquanto isso em uma terceira vasilha (maior) bata os ovos com o açúcar até ficar um creme fofo. Quando a mistura de chocolate estiver pronta vá adicionando ao creme de ovos aos poucos e misturando bem. Depois que obter um creme homogêneo junte a farinha com fermento e misture bem. Por último adicione as castanhas e misture.
Unte e enfarinhe a forma e leve ao forno já aquecido a 180° por cerca de 20-30min, até que a casquinha esteja firme mas o interior ainda parecendo meio cru. Se for desenformar faça apenas depois que estiver esfriado completamente.

Brownies sumidos debaixo do sorvete

Brownies sumidos debaixo do sorvete

Salvar

Bolo de Capim Limão

Esse final de semana ouvi falar em bolo de capim limão, feito com uma receita da internet, mas sem mais detalhes. Eu adoro o gosto do capim limão, refrescante e forte ao mesmo tempo. E fiquei com aquilo na cabeça, principalmente porque já tinha adorado os docinhos que fiz aqui. Lezeira de final de semana passada, corri pra cozinha pra tentar o tal bolo.

Mas no lugar de procurar por uma receita nova resolvi adaptar uma que já tinha o costume de fazer. Por aqui chamamos de Bolo Majestoso, e o grande tchan dele é que no lugar de farinha de trigo pura usamos metade farinha, metade amido de milho. A textura fica ótima! Bem fofinho, mas consistente. Como leva leite, bastou saborizar o leite com o capim limão e pronto!

Pra quem não gosta de capim limão mas resistiu até aqui lendo o post fica a dica: dá pra saborizar com qualquer coisa, então essa acaba sendo uma receita base muito boa também!
bolo capim limaoBolo de Capim Limão
xícara de 120ml

2 xícaras de leite
10 folhas de capim limão
20g de manteiga em temperatura ambiente
1 ovo
1 xícara de açúcar
1 pitada de sal
1 xícara de farinha
1 xícara de amido de milho
1/2 colher sopa de fermento

Para saborizar o leite: pique as folhas de capim em pedaços pequenos* e leve ao fogo junto do leite, apenas até ferver. Deixe esfriar bem**. Bata o leite com as folhas no liquidificador até que ele fique verde. Falando assim (leite verde) parece ruim mas é isso mesmo. Coe e reserve.

Em uma vasilha bata o açúcar com ovo até ficar um creme claro. Acrescente a manteiga e bata novamente até ficar homogêneo. Acrescente a farinha e o sal e misture novamente até incorporar totalmente. Junte o amido de milho e o leite, misturando a cada adição. Quando estiver uma massa homogênea e sem resquícios de amido ou farinha empelotada junte o fermento e misture levemente, apenas para incorporar.

Transfira para uma forma untada e enfarinhada e leve ao forno já aquecido a 180° até assar totalmente. Como uma das graças do bolo é a cor diferente eu não deixei dourar muito, mas isso depende mais do seu gosto.
bolo capim limao 2* eu piquei com cerca de 6-7cm e foi o desastre na hora de bater porque espirrou leite por todos os lados do liquidificador.
** eu não esperei esfriar direito e foi o desastre na hora de bater porque era leite quente espirrando.

Salvar

Pão das 10 dobras

É pão gostoso, macio, com casquinha crocante, e que não precisa ficar 5 horas seguidas sovando a massa como se não houvesse amanhã!! Até então eu só conhecia pão caseiro de massa complexa, dessas que levam ovo, manteiga, leite… Então fiquei meio assim quando vi que esse era bem básico: farinha, sal, fermento e água. Será que daria certo? Fiquei meio assim também com o lance de não precisar sovar. Mas daí assisti o vídeo (na verdade assisti todos os vídeos…), e vi como o pão fica lindo! E tá, a verdade é que fiquei muito curiosa com o lance das dobras.

Não fiz nenhuma alteração na receita, e ainda assim a minha massa ficou logo de cara bem diferente da original. Bem mais seca e firme. Mas conforme fui fazendo as dobras ela foi amolecendo e, apesar de nunca ter ficado tão mole, ficou bem maleável e gostosa de mexer. Tanto que moldei o pão em menos de 2 minutos e com pouquíssima farinha!
No vídeo eles assaram em panela com tampa, que é bem mais fácil, mas aqui não tinha nenhuma de tamanho suficiente que pudesse ir no forno, então usei o truque da forma com água. Pra quem tiver uma panela que possa ir no forno, eu deixo a sugestão de dar uma olhada no passo-a-passo do vídeo porque né, vamos simplificar gente!

Só mais uma coisa: vamos todos lembrar de não ser pamonha igual eu e jamais (JAMAIS) guardar o pão dentro e uma vasilha de plástico fechada (formigas invadiram a casa) enquanto ele ainda estiver morno!! Nenhum pão no mundo merece sauna e não há casquinha crocante que resista… 🙁

pao dobras 4Pão das 10 dobras – original aqui

500g de farinha – aprox. 3 3/4 xícaras de 240ml
350ml de água
2 colheres chá de sal – rasas hein
5g de fermento biológico fresco – é metade do pacote

Em uma vasilha misture todos os ingredientes apenas até ficar homogêneo. Cubra com um pano e deixe descansando em um lugar quentinho e calmo por 10min. Passado esse tempo é hora das primeiras dobras. Pegue a massa por baixo e dobre ao meio sobre si mesma, gira um pouco a vasilha e repita a operação, gire mais um pouco e dobre novamente, faça isso até completar 10 dobras. Cubra novamente com o pano e deixe descansar mais 10 minutos.

Massa apensa misturada, logo após a primeira dobra, e depois da última dobra

Massa apensa misturada, logo após a primeira dobra, e todas as instruções anotadas para não confundir

É necessário repetir as sequências de 10 dobras por 4 vezes, sempre com 10 minutos de descanso entre elas. Para não confundir eu usei a dica do vídeo de anotar todos os passos num papel e ir riscando a medida que ia fazendo, foi bem tranquilo. Depois das últimas 10 dobras deixe descansando por 1 hora, sempre tampado com o pano.

Após uma hora de descanso, já modelado, e pronto pra ir pro forno

Após uma hora de descanso, já modelado, e pronto pra ir pro forno

Depois de uma hora, modele o pão com a ajuda de um pouco de farinha. Você pode fazer vários pãezinhos ou um grande. Transfira para a forma onde for assar, já untada e enfarinhada ou com papel manteiga, e deixe crescer por mais 40min. Passado esse tempo cubra com um pouquinho de farinha e faça o corte no meio com uma faca. Não precisa aprofundar muito o corte.

pao dobras 3Para assar o ideal é um forno bem quente, então na metade do tempo de crescimento eu liguei o forno em 250°, mas pode ser mais. E pouco depois coloquei uma leiteira de água pra ferver. Na hora de colocar o pão no forno, coloque o pão na grade mais alta e, na de baixo coloque uma outra forma e encha essa com a água fervente. É o vapor criado no forno o responsável pela casquinha crocante.

Depois de 15 minutos pode tirar a forma com água e deixar, ainda com o forno alto, até dourar. Você pode usar um termômetro culinário pra ver se está pronto: dentro dele tem que estar acima de 95-97º C. Ou pode pegar o pão, que deve estar mais leve, e dar umas batidinhas no fundo, vai fazer barulho de oco. Daí é só aproveitar enquanto ainda estiver quente pra comer com manteiga derretida!
pao dobras 5

Vitamina de Morango com Coco

Eu não sou lá muito fã de vitaminas… mas sempre gostei de morango com leite. Vai entender… Essa saiu de uma tentativa de aproveitar uma garrafinha de leite de coco aberta na geladeira. Usei metade dela pra fazer um bolo de fubá, e fiquei sem saber o que fazer com o que sobrou. Foi só dar uma olhada no congelador e pronto: pacote de morangos congelados gritando meu nome! Se tiver morangos frescos melhor ainda, e se tiver só polpa congelada vale também.

Pra quantidade usada o gosto de leite de coco ficou bem leve, o morango ficou bem mais proeminente. Mas claro, vitamina é o tipo de coisa que a gente adapta super tranquilamente pro nosso gosto. Por exemplo, se preferir um smooth é só trocar o leite desnatado por sorvete de creme. Ou se quiser um smooth mais amigo da alimentação balanceada, troca o leite por iogurte natural e o açúcar por mel. E por aí vamos. Eu preferi uma vitamina bem levinha, quase um suco, pra matar a sede mesmo, por isso a escolha pelo leite desnatado.

vitamina morango e cocoVitamina de Morango com Coco

100ml de leite de coco
200ml de leite – usei desnatado
1x morangos congelados
2 colheres sopa açúcar – aproximadamente né

É só bater tudo no liquidificador até ficar bem homogêneo e espumoso. Prove pra ver se precisa de mais açúcar. Sirva rapidinho enquanto tá gelado!

Pipoca Caramelada

Sabe aquela pipoca rosa/verde que é vendida em carrinhos de pipoca pelas cidades? Eu amo!! E por isso tô sempre tentando achar uma receita de pipoca doce que fiquei igualzinha aquela. A de hoje não é nem de longe tão colorida, embora isso não seja nada que um corante não resolva…. O caso é que ela é diferente no sabor também. É gosto de pipoca mas também é gosto de bala de caramelo!

A historia começou meio desastrosa quando resolvi experimentar uma receita do Gordon Ramsay. Até bem parecida com a que tá ali embaixo, só deu um pequeno probleminha: na hora que adicionei o bicarbonato de sódio o trem começou a subir e espumar e escurecer e exalar um fedor de queimado.. e isso tudo com o fogo já desligado. Fiquei mexendo igual uma doida pra ver se era só a reação química mas nada, quando ergui os olhos da panela a cozinha já tava toda “empestiada” com a fumaça de açúcar queimado. Larguei mão e joguei aquele grude fora. Panela limpa, cozinha arejada, resolvi ir pra minha receita normal de caramelo e ver se dava certo… e deu! O resultado foi uma pipoca gostosa, coberta por um caramelo que esfriou e fez uma casquinha crocante, bom demais!
pipoca carameladaPipoca Caramelada

1/4x de milho de pipoca
óleo suficiente
1 xícara de açúcar
25g de manteiga sem sal gelada
2 pitadas de sal – ou uma pitada bem generosa

Primeiro a pipoca: escolha um panela grande pra não acabar com pipoca por todo o chão da cozinha (já aconteceu…). Cubra o fundo da panela com óleo, mas é só o suficiente pra cobrir o fundo mesmo. Leve ao fogo alto para aquecer. Quando o óleo começar a esquentar mesmo junte o milho e misture. Quando começar a estourar tampe a panela e, com a ajuda de um pegador/pano, mexa com a panela para não queimar. Quando os estouros começarem a ficar espaçados, tipo 3 segundos entre cada, hora de desligar o fogo. (Dúvida minha: tinha alguém aqui que não sabia fazer pipoca? Isso foi realmente útil pra vcs??) Reserve a pipoca estourada.

Na mesma panela, coloque o açúcar e deixe dissolver até virar uma calda de cor âmbar. Junte a manteiga e o sal e cuidado com as bolhas mega loucas que surgirão. Mexa bem até ficar homogêneo. Caramelo pronto, desligue o fogo e volte a pipoca para a panela.
Agora vem a parte chata, é preciso mexer bem para que todas as pipocas fiquem cobertas com o caramelo. Mas tem que ser rápido porque a medida que o caramelo vai secando elas vão formando blocos de pipoca caramelada e vai ficando mais difícil misturar tudo. Sirva logo em seguida!

Salvar

Bolo de Fubá com leite de coco

Passado o feriado mais prolongado do ano… hora de voltar pra rotina. E pra deixar o dia a dia mais gostoso, melhor começar com um bolo, bolo de fubá pra ficar com mais cara de casa de mãe/conforto ainda.
Eu particularmente gosto de bolo de fubá com queijo minas frescal. Mas assim que desenformar, com ele ainda morno, experimente uma fatia com manteiga. Fica uma delícia! Com uma xícara de café recém passado, melhor ainda.
Esse bolo tem o detalhe do leite de coco na massa, se não tiver, vale usar leite, mas acredite em mim: o leite de coco faz a diferença! A receita é tão boa que eu só fiz uma mini mudança. Como de costume. Diminui um pouquinho o açúcar da massa, como a ideia era polvilhar açúcar por cima não queria a massa muito doce. Mas se for servir sem o açúcar pode usar 1 xícara inteira na massa.
Ah sim, a receita não é minha, veio num livrinho que veio junto de umas formas de silicone compradas por telefone. Maluco né? Eles são da Editora Gold, e acho que ainda dá pra comprar a coleção de livros e formas. Mas no site não tem as receitas então ficamos sem link de original por hora…
bolo fuba
Bolo de Fubá com leite de coco
xícara de 240ml

100g de manteiga sem sal*
1x açúcar menos 3 colheres sopa
3 ovos
1 1/2x de farinha de trigo
1/2 colher sopa de fermento em pó
1/2x de leite de coco
açúcar para polvilhar

*a receita manda usar em temperatura ambiente. Como estava com pressa derreti no micro-ondas e esperei esfriar um pouco. Não aconselho esse truque para todas receitas, dei sorte nessa.

Bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro. Acrescente os ovos um a um e bata até que fique um creme fofo. Aos poucos adicione o fubá e bata. Faça o mesmo com o leite de coco. Acrescente a farinha e misture delicadamente. Por último junte o fermento em pó e misture apenas para incorporar.
Unte e enfarinhe uma forme redonda com cone central. Transfira a massa para a forma e leve para assar, em forno a 180°, por cerca de 50minutos, ou até dourar. Desenforme apenas quando estiver morno. E peneire o açúcar por cima apenas depois de esfriar.

bolo fuba 2

Salvar

Se alimentando no carnaval

Já se hidratou nesse carnaval? Pausa o trio elétrico ou o RPG e corre nos nossos arquivos pra ver maneiras rápidas de evitar uma desidratação! Agora dá uma olhada nessas dicas super rápidas pra manter o estômago cheio durante esse último dia de folia:

cafe reforçadoCafé da manhã reforçado: Pankoks, Banana Pancakes e Ovos Mexidos super cremosos!

petiscos rapidosPetiscos rápidos pros dias de folia: Salsichas na cerveja, chips de cenoura, grão de bico temperado

E se prepara que amanhã a programação já volta ao normal!

 

Sobrevivendo no carnaval

Aqui temos 3 opções principais pra esse carnaval:

1ª – você tá na folia desde sexta feira. Bebendo (ou não, mas né), pulando, cantando, dançando e não dormindo nada…

2ª – você tá desde sexta na maratona LoTR, Star Wars, Doctor Who, GoT, insira aqui sua série favorita, e já conseguiu se colar no sofá…

3ª – você tá longe da folia e da internet, no meio do mato, explorando toda a paz espiritual que a natureza e o mundo offline podem proporcionar. Se esse é o seu caso você nem tá lendo isso e não sei porque estou escrevendo então….

Não importa se você tá cantando marchinha ou já se colou no sofá , por favor, não se esqueça de se hidratar!! Na maior parte do país tá um calor dos infernos, então beba muita água!! Não gosta de água? Te dou 3 opções pra repor sais minerais, hidratar e quem sabe até te sustentar um pouco:
hidrateLimonada pra festa toda;  Chá gelado super versátil;  Frappuccino pra sustentar

Salvar