Batida de Pêssegos

Batidinha cremosa de pêssegos vinda diretamente das festinhas dos anos 80 (?!)
batida de pessego cozinharoman ptEssas batidas eram super comuns quando eu era mais nova e não sei porque sumiram já que são uma ótima ideia! Além de coloridas e docinhas elas são bem versáteis já que dá pra usar a fruta preferida pra fazer a sua!
E a melhor é que dá pra aproveitar aquela pinga que acabou não sendo tão gostosa quanto parecia na loja, sabe? Tinha uma dessas encalhada aqui em casa e deu super certo.
A maioria das receitas que achei por aí usa a proporção 1 lata pra tudo: 1 lata de leite condensado + 1 lata de suco + 1 lata de pinga. Não fiquei muito fã dessa proporção, então fui alterando tudo pra chegar no que, pra mim, é a consistência e sabor perfeitos.
Como isso varia pra cada um é sempre bom provar antes e acrescentar mais birita, leite condensado, calda, fruta…. o que precisar!

Batida de Pêssegos

7 pêssegos em calda
1 xícara de pinga
1 3/4 xícara de calda dos pêssegos
1/2 lata de leite condensado

Bata tudo no liquidificador até ficar homogêneo. Acerte o doce com o leite condensando ou com a calda se quiser; o leite condensado pra deixar mais cremoso, a calda pra deixar mais fluído. Transfira para uma garrafa com tampa e mantenha na geladeira.
Não sabemos quanto tempo dura por motivos de nunca durou o suficiente pra gente descobrir…rs

——————————-
Em 2014: Ovos mexidos cremosos
Em 2015: Crocante de polvilho

Salvar

Salvar

Bolo triplo de limão

Um bolo de limão, naturalmente já úmido, recheado com curd de limão, e por cima aquela tal casquinha de açúcar e algumas raspas pra deixar tudo mais perfumado ainda!
bolo triplo de limao cozinharoman ptTudo começou com uma pergunta da minha mãe: “vc tem alguma receita pra fazer com todos esses limões?”. Isso porque no pomar da cozinha Roman original tem pé de limão capeta (aquele alaranjado e caroquento, super ácido, que eu amo).
Minha primeira ideia foi preparar um curd, que é uma espécie de creme de manteiga, açúcar e ovos, e uma fruta, normalmente ácida. Por aqui já tivemos curd misto de limão siciliano e capeta, então achei que era boa hora pra experimentar com um tipo de limão só.
Mas também tinha uns sicilianos sobrando (milagre) na fruteira, então eles acabaram virando bolo também. E o resultado foi esse bolo, não muito ácido mas bem perfumado, e que acabou ficando bem úmido sem nem precisar de calda. E os limões da vó viraram o recheio lindo desse bolo, ácido e doce na medida.
E esse bolo era pra ser simples, mas ele já tava recheado então merecia uma cobertura simples pra arrematar né?
A casquinha de açúcar por aqui costuma ser feita com açúcar e suco de limão, mas achei que aí já era demais e usei só água. Para os mais corajosos o suco de limão funciona também. E as raspas pra finalizar. Elas parecem ser só decorativas mas perfumam tanto que só de destampar o bolo já dá água na boca! Deixa a preguiça de lado e aproveita esses limões até a casca!
bolo triplo de limao cozinharoman pt2Bolo Triplo de Limão

massa:
2 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 colher sopa de raspas de limão siciliano
1 xícara de açúcar
1 colher sopa de fermento em pó
125ml de leite
125ml de suco de limão siciliano
2 ovos grandes
1/2 xícara de óleo

Misture todos os ingrediente secos e as raspas. Em outra vasilha bata os ovos com o óleo até ficar homogêneo, junte o leite e o suco e misture bem. Adicione a mistura líquida aos ingredientes secos aos poucos, misturando delicadamente. Transfira para uma forma untada e asse em forno aquecido a 200° até dourar.

recheio:
100ml de suco de limão capeta
100g de manteiga sem sal
1 colher sopa de raspas do limão
1 1/2 xícara de açúcar
3 ovos

Em uma vasilha bata os ovos até misturarem bem e reserve.
Leve os demais ingredientes ao fogo mexendo até derreter tudo. Volte a bater os ovos e acrescente metade da mistura quente aos poucos, batendo sempre. Isso vai impedir que os ovos cozinhem com o calor.. Volte a mistura de ovos batidos para a panela e misture tudo no fogo até engrossar. Quando o curd não estiver mais escorrendo das costas da colher conte 5 minutos, mexendo sempre, em fogo baixo e desligue. Deixe gelar antes de usar.

montagem:
açúcar de confeiteiro
água
raspas dos limões

Desenforme o bolo já frio e corte ao meio e recheie com o curd já gelado. Misture o açúcar com um pouquinho de água de cada vez até formar um glacê, a quantidade depende da vontade de cada um. Eu usei cerca de 3/4 de xícara de açúcar. Cubra o bolo com esse glacê e finalize com as raspas. Volte o bolo para a geladeira até firmar tudo.
bolo triplo de limao cozinharoman pt3—————————-
Em 2015: torta trufada de chocolate

Salvar

Salvar

Salvar

Sobremesa quente de chocolate da Martha Stewart

É sobremesa, de chocolate, meio mousse assada, meio bolo sem farinha, meio que tá difícil de definir essa delícia…
chocolate warm pudding cozinharoman ptEssa sobremesa veio do site da Martha Stewart e lá é chamada de warm chocolate pudding. E é aí que começa o problema: embora a gente meio que traduza pudding como pudim, na verdade ele parece muito mais com um mingau bem rico e servido gelado, e no caso de chocolate. E essa receita não tem nada disso.
(mas tem uma do tipo aqui ó)
Eles lembram muito os chocohotpots da Nigella que já fiz aqui, mas sem farinha e então mais leves. Ou então a mousse que vira suflê da Rita Lobo também já feita aqui, mas esses levam manteiga e mais açúcar, enquanto a da Rita não. É quase uma mousse assada, que infla igual suflê, e quando gelado parece uma ganache aerada.  Complicado né? É só provando pra entender mesmo…
O que posso prometer é que a receita é moleza e o resultado plenamente satisfatório. Dá pra fazer no dia anterior pra agilizar ou logo antes de ir pro forno se tiver tempo. E se sobrar massa já assada, é só cobrir com plástico e deixar dormir na geladeira que no dia seguinte fica uma delícia geladinho também.
chocolate warm pudding cozinharoman pt2Chocolate Warm Puddings– original aqui

100g de chocolate
50g de manteiga sem sal
4 colheres sopa de açúcar
2 ovos
1/2 colher chá de essência de baunilha
1/4 colher chá de sal

Em banho-maria derreta o chocolate com a manteiga. Quando estiver homogêneo retire do banho-maria e deixe amornar um pouco. Enquanto isso bata as gemas com metade do açúcar, e junte a mistura de chocolate misturando bem. Reserve
Bata as claras com o sal até formar picos moles. Ainda batendo acrescente o restante do açúcar, uma colher de cada vez, e bata até ficar firme. Junte as claras na mistura de chocolate, 1/3 de cada vez, misturando delicadamente. Transfira a mistura para vasilhas que possam ir no forno.
Se estiver fazendo com antecedência cubra com filme plástico e leve a geladeira por até 24h.
Tendo feito com antecedência ou não, leve ao forno já aquecido a 180° por cerca de 25-30min. Dá pra saber que tá pronto quando o topo está firme e inflado, mas o interior ainda molinho. Sirva imediatamente porque entre abrir a porta do forno e tirar lá de dentro ele já murchou.

———————————
Em 2014: Doce de abóbora

Salvar

Salvar

Salvar

Sangaree nº2

Drink levinho, docinho, quase um suco, mas que mistura duas bebidas que eu custei a aprender a beber.
sangaree n2 cozinharoman ptO nosso sangaree nº2 é basicamente a versão longa do nº1. A maior diferença é que ele é servido em um copo longo que a gente completa com soda limonada. E é isso que dá aquele ar de drink de festa sábado a tarde que essa versão do sangaree tem.
Pra quem tiver interesse na história do drink, clica aqui que contei tudo no post da primeira versão. Por hoje fica só o aviso: o drink é levinho e fácil de beber, mas a base continua sendo Porto e conhaque, duas bebidas bem fortes, então cuidado…rs

Sangaree nº 2

2 doses de conhaque
1 dose de Porto
1 dose de xarope simples*
soda limonada
gelo a vontade

*aqui vale saborizar o xarope com o que quiser pra personalizar seu drink

Na coqueteleira junte o conhaque, o Porto e o xarope e bata com algumas pedras de gelo.
Preencha dois copos altos até a metade com gelo picado. Transfira metade da mistura de bebidas para cada copo e complete com a soda limonada. Sirva em seguida.

——————————–
Em 2014: kibes
Em 2015: trança de nozes

Salvar

Salvar

Cobertura prestígio – sem lactose

Uma cobertura pra bolos e tortas sabor prestígio e sem lactose foi o que saiu da panela hoje:
cobertura prestigio cozinharoman pt2Isso mesmo, sem lactose e nem por isso com gosto estranho ou com ingredientes difíceis de achar. Essa cobertura tem poucos ingredientes e que são passíveis e mudança, que é pra facilitar a vida de todo mundo! E claro, tomando cuidado com a origem de cada ingrediente dá até pra ficar vegana.
O leite de coco que usei foi o de garrafinha que é mais fácil, mas dá pra usar o caseiro tranquilamente; e optando pelo caseiro dá até pra controlar a consistência final de acordo com a quantidade de água usada.
Os açúcares. São 8 colheres de sopa pra dar a consistência, e tem refinado e de confeiteiro pra balancear a doçura final. É que o açúcar de confeiteiro parece que adoça menos que o refinado, pelo menos os que uso aqui. Não sei se isso vale pra todo mundo mas então fica a dica: são 8 colheres no total, pode ser tudo refinado ou tudo confeiteiro ou tudo mascavo pra quem prefere o sabor dele. Mude a combinação conforme o seu gosto!
Outra opção é usar o chocolate em pó que é só cacau e açúcar. Mas aí tem que ficar atento no rótulo e ter certeza de que é só cacau e açúcar mesmo. Se você usar um chocolate 50% isso quer dizer que cada colher dele vai ser 1/2 colher de cacau + 1/2 colher de açúcar, daí é só fazer as contas da proporção do chocolate escolhido. Pra quem for usar cacau mesmo, tanto faz se é alcalinizado ou não, beleza?
E por último a tapioca! Essa descoberta foi linda porque a consistência muda quase que imediatamente após sua adição. É aquela mesma que a gente compra no mercado pra fazer as panquequinhas “fit”. Eu escolhi ela porque não queria colocar amido de milho, pra consistência não ficar parecida com a de um pudim. Pra quem não tem tapioca vale usar qualquer amido; é claro que a consistência muda mas gente, é só adaptar né.
Pra fechar: nas fotos a cobertura foi usada em versões individuais do bolo de chocolate dos deuses que, tomados os cuidados com o chocolate em pó, também não tem lactose. É só clicar no link pra ver a receita.😉

Cobertura Prestígio

1 xícara de leite de coco
2 colheres sopa de cacau
4 colheres sopa de açúcar refinado
4 colheres sopa de açúcar de confeiteiro
1 colher sopa de tapioca

*para mais informações sobre os ingredientes é só ler o textão ali de cima.

Misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo mexendo até engrossar, o que acontece rapidinho. Quando adquirir uma consistência de geleca retire do fogo e leve a geladeira por algumas horas.
Bata pra quebrar a consistência de geleca e volte a geladeira por pelo menos mais 2-3 horas antes de usar.

—————————–
Em 2015: Chocohotpots da Nigella

Salvar

Salvar

Salvar